festivais de verão

Rock in Rio em junho atrai o dobro dos visitantes estrangeiros

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

No dia 24, o único do evento que está esgotado até agora, o recinto do Rock in Rio vai receber 85 mil pessoas

Foi ainda na “fase de maquilhagem” que Roberta Medina abriu as portas da cidade do Rock à imprensa. A pouco mais de uma semana do arranque do Rock in Rio, ainda não é possível pisar o Palco Mundo.

A mega estrutura cresceu oito metros este ano, mas ao mesmo tempo “emagreceu”: as 400 toneladas que pesava em 2016 passaram a ser apenas 80, graças a uma mudança dos materiais.

Outra das novidades do palco principal na oitava edição do Rock in Rio é que pela primeira vez é 100% nacional. Todas as empresas contratadas para criar a estrutura são portuguesas. Estes foram apenas alguns dos detalhes que a principal responsável pela organização do festival revelou aos jornalistas esta quinta-feira.

A oito dias de abrir os portões ao público, ainda há muitos bilhetes por vender. Mas Roberta Medina garante que o ritmo das vendas nunca tinha sido tão acelerado como o deste ano.

“Nunca tínhamos esgotado um dia com dois meses de antecedência”, sublinhou, referindo-se ao dia 24 de junho que terá Bruno Mars como cabeça-de-cartaz e 85 mil pessoas na assistência. E adiantou ainda que durante a próxima semana “ainda é possível” que o dia 23 também esgote.

Em declarações ao Dinheiro Vivo, a responsável máxima do Rock in Rio revelou ainda que este ano, mais do que em qualquer outra edição, vão ouvir-se vários idiomas no recinto da Bela Vista.

“Vendemos bilhetes a pessoas de 80 países e a compra por parte de visitantes internacionais duplicou este ano”, sublinhou Roberta Medina. A maior parte vem de Espanha e Inglaterra. E porquê?

“Nunca fizemos um trabalho muito forte no mercado internacional, nunca trabalhámos muito para atrair esse público. Este ano o aumento aconteceu por dois fatores: em primeiro lugar, começámos a trabalhar com o Turismo de Portugal e a Associação de Turismo de Lisboa em termos de produção. E depois não podemos esquecer que a própria cidade de Lisboa é hoje ela própria uma máquina de chamar visitantes”, explicou a responsável.

Entre as principais novidades da edição deste ano está a possibilidade de agendar as voltas na roda gigante, um parque com os dinossauros do Dino Parque da Lourinhã ou a exposição de uma réplica da Nave TIE Fighter Advance x1, da saga Star Wars, que vem da Alemanha para o Parque da Bela Vista.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(DR)

Crédito ao consumo dispara 15% em outubro

(Paulo Spranger/Global Imagem)

Indemnizações pagas pelo Fundo de Garantia Salarial não escapam ao IRS

CP tem de entregar contrato de serviço público com o Estado até 31 de dezembro. (Leonardo Negrão / Global Imagens)

CP: Adiamento de manutenção de comboios regionais vale demissão

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Rock in Rio em junho atrai o dobro dos visitantes estrangeiros