Tecnologia

GMK. Vídeos da Web Summit em 3D com tecnologia portuguesa

Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante
Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Processamento das imagens foi um dos desafios sentidos durante os quatro dias da Web Summit

A empresa portuguesa GMK esteve na Web Summit com seis câmaras GoPro a filmar alguns dos principais momentos da cimeira tecnológica. Manuel Agrela considera que esta experiência foi um grande desafio tendo em conta que não havia as condições ideais para filmar.

“Os vídeos ficaram bastante bons. Filmámos com as condições que existiam, que não eram as ideais”, refere ao Dinheiro Vivo em conversa por telefone. Manuel Agrela lembra que a empresa habitualmente faz filmagens em 360 graus “para promover produtos próprios”.
Para cobrir a cimeira, a GMK recorreu a seis câmaras GoPro.

Uma das estruturas usadas foi a rig. Inventada em conjunto com uma empresa de Aveiro “permite definir os ângulos em que as câmaras ficam montadas. A transmissão via streaming fica com melhor qualidade.” Só que o trabalho foi afetado pelos problemas de rede na cimeira. “Não conseguimos fazer a transmissão em direto das imagens em 360 graus”.

Leia aqui: Vencedores do prémio Pitch vão colocar robô no mercado em 2017

Com três pessoas em permanência na FIL e no Meo Arena, o processamento das imagens foi outro dos desafios sentidos durante os quatro dias da Web Summit. “Recolhemos seis vídeos ao mesmo tempo e que depois têm de ser colados. Para fazermos um filme de um minuto, em vez de demorarmos 10 minutos a editar as imagens, são duas horas. Captar acaba por ser o mais simples” para este tipo de trabalhos.

A GMK foi fundada em 2002 e tem trabalhado com marcas, estações de televisão e clubes. A partir do vídeo consegue fazer transmissão em diretor, criar conteúdos em realidade virtual e filmar com drones. Além disso, está habituada a gerir as redes sociais nas áreas do desporto e do turismo.

A comemorar 15 anos em 2017, esta empresa está a apostar “em várias frentes” e conta receber equipamento novo até ao final deste ano para poder melhorar os serviços prestados aos clientes. Em relação às imagens da Web Summit, elas vão ficar guardadas por 10 anos, garante a GMK.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens

Cervejas artesanais crescem cinco vezes mais que a média do mercado

Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/ Global Imagens

Cervejas artesanais crescem cinco vezes mais que a média do mercado

Fotografia: Britain, May 24, 2019. Fotorafia: REUTERS/Hannah McKay

Theresa May demite-se e deixa Downing Street a 7 de junho

Outros conteúdos GMG
GMK. Vídeos da Web Summit em 3D com tecnologia portuguesa