Turismo

Google Flights. Agora o serviço já fala português

Viajar é mais intuitivo e fácil com a plataforma Google Flights, que acabou de chegar a Portugal.
Viajar é mais intuitivo e fácil com a plataforma Google Flights, que acabou de chegar a Portugal.

Incursão da Google no turismo já tinha começado pelos hotéis. Agora as funcionalidades também permitem encontrar destinos e voos à medida.

A Google acabou de lançar em Portugal o Google Flights, um serviço de pesquisa de voos para qualquer destino que promete facilitar as viagens e ajudar o utilizador a encontrar os preços ou os destinos mais apropriados. Viajar pode ser mais económico do que pensava.

Na nova plataforma, o utilizador pode selecionar um destino e as data pretendidas para encontrar o melhor preço, podendo também fazer a reserva a partir da Google Flights. Caso não saiba todos os parâmetros da próxima viagem, pode recorrer também às funcionalidades da plataforma para que lhe sejam apresentados destinos consoante o motivo ou vários preços para vários destinos e tudo em tempo real.

“Estamos muito satisfeitos por localizar em Portugal e com conteúdos locais o Google Flights. O novo serviço vem tornar mais simples, rápido, intuitivo e abrangente o processo de pesquisa de voos ou de planeamento de viagens. Num único local passa a ser possível pesquisar, comparar e reservar voos e hotéis em todo o mundo através dos nossos parceiros. Planear uma viagem em função de datas, duração, continentes, interesses específicos, orçamentos, obter dicas de como poupar dinheiro nesse voo, etc torna-se mais rápido e mais simples.” refere Carlos Paulo, Industry Head Travel da Google Portugal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O antigo secretário de Estado da Energia e da Inovação, Henrique Gomes, fala perante a Comissão Parlamentar de Inquérito ao Pagamento de Rendas Excessivas aos Produtores de Eletricidade, na Assembleia da República em Lisboa, 23 de janeiro de 2019. TIAGO PETINGA/LUSA

CMEC. Henrique Gomes disse que “Mexia é osso duro de roer” e teve de sair da REN

Theresa May, PM britânica, cumprimenta Mark Rutte, PM holandês. Fotografia: REUTERS/Piroschka van de Wouw

Mais de 250 empresas do Reino Unido contactam Holanda por causa do Brexit

António Costa, primeiro-ministro, e Mário Centeno, ministro das Finanças, num debate parlamentar sobre o OE2019. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Universidade Católica prevê menos crescimento em 2018 e 2019

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Google Flights. Agora o serviço já fala português