Google Next '17

Google separa Hangouts em duas novas apps

11 google

Aplicação de comunicação foi redesenhada para os clientes empresariais.

Hangouts Chat e Hangouts Meet são as novas aplicações de comunicação viradas para empresas da Google, anunciadas hoje no evento Next, que decorre em São Francisco. A intenção é aumentar o uso destas ferramentas entre os clientes empresariais da gigante, adicionando uma série de funcionalidades e redesenhando o núcleo para as tornar mais leves.

“Os Hangouts sempre foram muito usados pelos clientes empresariais. Redesenhámos o produto e separámos em duas aplicações” , explicou ao Dinheiro Vivo o vice-presidente de engenharia da Google, Prabhakar Raghavan.

O mais interessante dos dois é o Hangouts Meet, aplicação de videoconferência que elimina uma série de obstáculos comuns neste tipo de ferramentas. A Google decidiu redesenhá-la completamente porque estava obsoleta e a ficar muito pesada. “Quando os utilizadores abriam o produto era lento a arrancar, não podia ser. Agora é mais rápido e leve”, sublinha Raghavan. “Os clientes diziam-nos que o maior desafio na videoconferência era entrar nela.”

Por isso, esta nova versão não requer códigos, números, downloads ou plugins. “É apenas um URL que leva até à reunião virtual, não interessa se a pessoa trabalha na mesma empresa, se usa G Suite ou se tem um Google ID.”

Outra possibilidade é entrar com número de telefone, para os colaboradores que estão em viagem e não têm conexão à internet, por exemplo. “Foi das coisas mais usadas no período de teste”, revelou o executivo. “Tudo funciona em segundos: não queremos que os clientes demorem cinco ou dez minutos a entrarem nas videoconferências. Foi essa a nossa obsessão, pôr a videoconferência a começar rapidamente.”

No caso do Hangouts Chat, a ideia é criar uma ferramenta de conversação que não é necessariamente em tempo real – por exemplo, alguém faz uma pergunta e a resposta pode vir em dois minutos ou dois dias. As equipas podem criar várias salas para discutir projetos diferentes, estratégias de comunicação, etc. Está integrada com o Google Drive, por isso é possível arrastar e largar documentos dentro das salas. Também tem buscas estruturadas e scripts de empresas parceiras incorporadas – casos da Asana, Box, ProsperWorks e Zendesk.

E porquê desenhar mais duas apps de comunicação, quando já existem tantas e a própria Google lançou a Allo e a Duo no ano passado? Raghavan explica: “Nenhum produto resolve tudo. Os casos de utilização de consumo são muito diferentes do uso de clientes empresariais.” E estes Hangouts são para empresas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral de Dep—ositos -

Sete dos créditos de risco da CGD tiveram perdas de 100%

Operadores da Groundforce onde a operação da empresa de ‘handling’ Groundforce inclui números como cinco minutos e 400 toneladas, mas também o objetivo de chegar ao fim de 2019 com 3.600 colaboradores, aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, 22 de janeiro de 2018. Para que os aviões estejam no ar, a Groundforce faz toda a assistência em terra, excetuando o fornecimento de comida e de combustível, como resume o presidente executivo da empresa, Paulo Neto Leite, numa visita guiada aos ‘bastidores’ do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Com o aeroporto de Lisboa “no limite”, Groundforce exige à ANA que invista já

(Rui Oliveira / Global Imagens)

Quota de mercado dos carros a gasóleo cai para mínimos de 2003

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Google separa Hangouts em duas novas apps