Hugo Veiga: É português o novo diretor criativo da AKQA Brasil

Hugo Veiga
Hugo Veiga

Hugo Veiga diz que nunca teve a ambição de se tornar diretor criativo pelo nome ou importância do cargo. Mas agora que foi convidado, com o brasileiro Diego Machado, para ocupar esse lugar na nova AKQA Brasil, o criativo português deixa a promessa: "O foco será sempre a produção de ideias inovadoras que façam a diferença na vida das pessoas e melhorem ou revolucionem o negócio dos nossos clientes."

Soa a conversa de gestor, mas a primeira prova
está à vista: o World Samba, para a Visa. O projeto resulta de um
desafio lançado pela antiga dupla copywriter/diretor de arte da
Ogilvy São Paulo a realizadores dos 32 países qualificados para o
Mundial de Futebol, no Brasil. Como se celebra a Copa? Os
realizadores portugueses Augusto Fraga e Pedro Amorim responderam com
Samba de Portugal, um filme que mistura Santos Populares, sardinhas,
fado, cravos, magalas, Eusébio e, claro, o Mundial de 1966 – a
estreia da nossa seleção naquela competição, em que Portugal deu
5-3 à Coreia do Norte, com quatro golos do Pantera Negra, e
desoladoramente perdeu na meia-final, frente à Inglaterra (2-0).

Leia mais aqui

Agora o desafio é de Hugo Veiga, 34 anos, e
Diego Machado, 27 anos. O copywriter e o art director deixam Ogilvy &
Mather Brasil “com a bênção da Ogilvy”, garantiu Martin
Sorrell, o patrão máximo da WPP, grupo que detém também a AKQA. O
temível líder explicou que as agências do grupo devem obedecer a
uma regra da casa: não fazer caça furtiva. Tudo o resto é
permitido dentro do que permite a criatividade.

Na AKQA Brasil, “eu e o Diego vamos continuar
a criar. Mas agora teremos mais independência e apoio para proteger
e realizar as ideias concebidas por toda a equipa”, reforça o
responsável da dupla que criou a campanha mais premiada no ano
passado, os famosos Retratos da Beleza Real para a marca Dove.

Foi graças a esta campanha que Hugo Veiga e
Diego Machado foram reconhecidos como os melhores criativos no Cannes
Lions em 2013, depois de conquistarem 23 leões. A campanha ganhou o
primeiro Titanium Grand Prix da América Latina e tornou-se o anúncio
mais visto de todos os tempos no YouTube, com mais de 165 milhões de
visualizações. A revista Time considerou-o o melhor de 2013.

Depois de passarem todas estas provas com
distinção, o que vem a seguir parece café pequeno para esta dupla:
montar a equipa criativa. “Se queremos ser uma agência de
excelência criativa, todos os profissionais deverão possuir o mesmo
drive pela produção de ideias inovadoras”, defende Hugo Veiga,
sem querer, para já, revelar se há nomes grandes do meio a caminho
da sua nova equipa.

No entanto, o português assume ser intenção
da AKQA Brasil “atrair talentos e clientes de todo o mundo para
produzir um trabalho com apelo universal”. O que é que isto
significa exatamente? Provavelmente que a agência irá trabalhar
também com marcas brasileiras que pretendam realizar projetos de
projeção global.

A AKQA Brasil, situada em São Paulo, é a 13.ª
agência do grupo e terá entre 50 e 60 empregados. Entre os
principais clientes, a AKQA, que abriu em 1995, tem a Audi, a Delta,
a Montblanc, a Nike e a World Wildlife Fund.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Não conseguiu validar as faturas para o IRS? Contribuintes têm mais um dia

O ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação das obras de arte da coleção BPN, agora integradas na Coleção do Estado, no Forte de Sacavém. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Fundo de Resolução já pagou em juros 530 milhões ao Estado e 90 milhões a bancos

(Filipe Amorim / Global Imagens)

Venda do Novo Banco é “um não-assunto” para o Fundo de Resolução

Hugo Veiga: É português o novo diretor criativo da AKQA Brasil