Videojogos

Jogo português Strikers Edge chega à PlayStation 4 e Steam

O jogo Strikers Edge, da Fun Punch Games, é publicado pela editora indie Playdius
O jogo Strikers Edge, da Fun Punch Games, é publicado pela editora indie Playdius

O jogo é lançado com o apoio da editora indie Playdius e terá descontos na primeira semana

Estreia esta quarta-feira, dia 31, na PlayStation Network Europa o jogo português Strikers Edge, concebido pelo estúdio nacional Fun Punch Games, depois de dois anos de desenvolvimento e algum tempo de atraso. O jogo é publicado pela editora indie francesa Playdius e está também disponível na plataforma Steam; o preço é de 14,99 euros. É uma espécie de nova versão do jogo do mata com armas medievais e guerreiros de antigamente, com cenários a condizer.

Depois de terem vencido a primeira edição dos prémios PlayStation em Portugal, no início de 2016, os criadores do Strikers Edge estiveram na feira de videojogos E3 em Los Angeles no verão desse ano. A disponibilização do jogo estava então prevista para breve, mas o estúdio acabou por atrasar o lançamento e introduziu uma série de melhorias, tanto por causa do feedback dos utilizadores beta como em resultado da colaboração com a editora.

“Demorou um pouco mais que o previsto e quisemos adicionar também novas funcionalidades”, explica ao Dinheiro Vivo Tiago Franco, um dos fundadores do estúdio. O responsável destaca a introdução de um modo história, com campanha single player, e a integração com a plataforma de streaming Twitch. “Se estiver a assistir a um streamer no Twitch que esteja a jogar Strikers Edge, posso tornar-me um elemento da plateia e influenciar o resultado da partida”, adianta. Além disso, “os streamers podem interagir com as suas comunidades dentro do jogo.”

O estúdio mantém o apoio da Sony Ibéria, que foi fundamental na projeção mundial do Strikers Edge. O jogo foi hoje para o ar na PlayStation Network North America, um dia mais cedo que na Europa, e conta com um desconto de lançamento na plataforma Steam (cerca de 17%). Curiosamente, este desconto foi estabelecido de acordo com o número de vitórias da comunidade de jogadores contra os próprios programadores num torneio multiplayer. No caso dos membros PlayStation Plus na PSN Europa, o desconto é de 15% (passa a 12,75 euros durante a primeira semana).

O conceito do jogo é interessante: uma experiência de batalha em que os jogadores podem escolher entre oito guerreiros de épocas e civilizações diferentes, cada um com diferentes capacidades, estratégias e estilo de luta. O jogo do mata é simples: é preciso desviar-se dos ataques, bloqueá-los e contra-atacar. O Strikers Edge pode ser jogado em quatro arenas diferentes, em jogos um contra um ou dois contra dois.

A aposta na integração com a plataforma Twitch mostra a ambição global do estúdio, que quer capitalizar na força do livestream. Tal como explica Tiago Franco, é um exclusivo para PC em que a audiência participa e interage, podendo modificar as condições do jogo – por exemplo, introduzindo um chão escorregadio ou armas de grandes dimensões. Os utilizadores do Twitch podem ir para “dentro” do jogo como audiência in loco, aplaudindo ou vaiando os personagens durante a ação.

O making of do jogo pode ser visto neste video publicado pela PlayStation Portugal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
ANDRÉ AREIAS/LUSA

Portos. Partes prontas a negociar, mas em condições muito diferentes

Foto: EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Cinco impactos do Brexit em Portugal

Frederico Varandas, presidente do Sporting.

(Filipe Amorim / Global Imagens)

Obrigações do Sporting: Juro “caro” é “prémio” para compensar turbulência

Outros conteúdos GMG
Jogo português Strikers Edge chega à PlayStation 4 e Steam