Fortunas

Mais ricos do mundo amealharam mais 237 mil milhões

Warren Buffett, investidor
Warren Buffett, investidor

Ranking da Bloomberg conclui que efeito Trump nas bolsas teve impacto positivo nas maiores fortunas do mundo.

Apesar da crise e volatilidade nos mercados as personalidades mais ricas do mundo chegaram ao final de 2016 com mais 237 mil milhões de dólares.

Segundo os dados da Bloomberg, a volatilidade não passou ao lado das maiores fortunas, com os dados desapontantes do crescimento na China, o Brexit e a vitória de Donald Trump a levar a ganhos e a perdas durante o ano. A 11 de fevereiro, por exemplo, no pico mais baixo deste ano, as principais fortunas tinham perdido 382 mil milhões de dólares – fruto dos receios globais com a China.

O crescimento foi praticamente contínuo até 23 de junho, com o brexit, as fortunas voltaram a perder valor. A 6 de setembro o valor global das maiores fortunas era de 4,5 biliões de dólares. A eleição de Donald Trump, a 8 de novembro, originou um ligeiro soluço mas, a 27 de dezembro, estas fortunas tinham valorizado 5,7% para 4,4 biliões de dólares.

Os ganhos foram liderados por Warren Buffett: o milionário acrescentou 11,8 mil milhões durante o ano com as boas apostas da empresa de investimento em companhias aéreas e bancárias depois da vitória de Trump, que fez disparar a cotação de ações em vários setores.

Buffett continua a ter a segunda maior fortuna do mundo e a euforia bolsista pós-Trump fez a sua fortuna aumentar 19%, para 74,1 mil milhões de dólares.

A nível de ganhos individuais estes foram liderados pelos norte-americanos, que têm quatro dos cinco maiores aumentos do Index da Bloomberg, incluindo Bill Gates, co-fundador da Microsoft, que continua a ser a pessoa mais rica do mundo, com 91,5 mil milhões de dólares de fortuna e ainda o empresário do petróleo Harold Hamm.

O francês Bernard Arnault, dono da LVMH, fabricante da Louis Vuitton, foi o único não americano a entrar no Top 5 de maiores ganhos nas fortunas, amealhando mais 7,1 mil milhões e elevando a sua fortuna para 38,9 mil milhões de dólares.

A maior fortuna da Europa, o dono da Zara, Amancio Ortega, ocupou o segundo lugar na lista dos mais ricos durante praticamente todo o ano até ser substituído por Buffett com o efeito Trump nas bolsas. Tornou-se, assim, a terceira pessoa mais rica de 2016, tendo a sua fortuna encolhido 1,7 mil milhões de dólares para 71,2 mil milhões de dólares.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Ricardo Mourinho Félix, Secretário de Estado Adjunto e das Finanças. 
( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

“Cidadãos não vão tolerar situações que ponham estabilidade financeira em risco”

Lisboa, 22/11/2019 - Money Conference, Governance 2020 – Transparência e Boas Práticas no Olissippo Lapa Palace Hotel.  António Horta Osório, CEO do Lloyds Bank

( Filipa Bernardo/ Global Imagens )

Horta Osório: O malparado na banca portuguesa ainda é “muito alto”

Outros conteúdos GMG
Mais ricos do mundo amealharam mais 237 mil milhões