Mário Mandacaru lança A Equipa

ng3122685

A Equipa, a nova agência criativa a chegar ao mercado português, faz jus ao nome. É composta por uma equipa de dois: Mário Mandacaru e Cristina Pereira Gonçalves.

É o primeiro projeto a solo de Mário Mandacaru, antigo diretor criativo da área de design da Brandia Central, depois de mais de 20 anos a trabalhar no mercado criativo português. A Equipa marca também o regresso à mesma equipa de Mário Mandacaru e Cristina Pereira Gonçalves, profissionais que tinham trabalho em conjunto na Novo Design e Brandia. Mais recentemente Cristina Pereira Gonçalves esteve ligada à Shift Thinkers como Global Business Manager.

Pelos dois profissionais passaram marcas como Telecel (agora Vodafone), Delta Cafés, Galp, Brisa, CTT, entre outras.

Em A Equipa “somos dois, mas podemos ser muito mais em função do projeto”, frisa Mário Mandacaru. “Em função do projeto chamamos a equipa mais adequada”, continua. “Hoje em dia por opção muitos designers, bons, preferem trabalhar a solo”, diz o creative partners de A Equipa.

“O nosso core é gestão de marca”, diz Mandacaru, mas realça que a agência não se vai centar numa única área. Ou seja, a forma como essa gestão de marca se irá concretizar poderá ser uma aplicação, uma campanha, isto é, o que for considerado mais adequado em termos de resposta ao projeto.

Mandacaru não arrisca um valor de facturação para a empresa, mas acredita que o atual momento torna o mercado recetivo a um projeto com as caraterísticas de A Equipa. “O mercado está pior para as estruturas pesadas e pouco flexíveis”, diz. Com a nova agência a ideia é, precisamente, “ser mais flexível e adequado ao mercado, também em termos de custos”.

A Equipa tem escritório em Lisboa, na Rua Augusta, mas a ideia é abrir ao mercado internacional. “Com uma estrutura como a nossa não é difícil coordenar projetos em Angola, Moçambique, Brasil ou até o norte da Europa”, diz Mário Mandacaru.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação do Orçamento do Estado para 2019. 16 de outubro de 2018. REUTERS/Rafael Marchante

Bruxelas envia carta a Centeno a pedir o triplo do esforço orçamental

lisboa-pixabay-335208_960_720-754456de1d29a84aecbd094317d7633af4e579d5

Estrangeiros compraram mais de mil imóveis por mais de meio milhão de euros

João Galamba (secretário de estado da energia) , João Pedro Matos Fernandes (Ministro para transição energética) e António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mexia diz que EDP volta a pagar a CESE se governo “cumprir a sua palavra”

Outros conteúdos GMG
Mário Mandacaru lança A Equipa