Mattel responde a pedidos para uma Barbie careca

Será assim a futura Barbie?
Será assim a futura Barbie?

Já foi uma hospedeira, uma princesa ou uma embaixadora das Nações
Unidas, mas nos mais de 50 anos de existência a Barbie sempre teve uma
farta cabeleira. Hoje a Mattel respondeu ao movimento nas redes sociais a
pedir o lançamento de uma Barbie careca.

No Facebook o movimento lançado por Jane Bingham e Beckie Sypin,
Beautiful and Bald Barbie! Let’s see if we can get it made, querem uma
Barbie careca para “ajudar raparigas que perderam o cabelo devido aos
tratamentos para o cancro”, mas também para ajudá-las a lidar melhor com
a perda de cabelo das mães ou de familiares após tratamentos para esta
doença, como a quimioterapia.

Inicialmente, a Mattel quando contatada respondeu de forma genérica ao pedido, mas mais de 137 mil seguidores depois, só na página do Facebook do movimento, respondeu de forma mais direta. “Estamos honrados que Jane Bingham e Beckie Sypin acreditem que a Barbie possa ser a face de uma causa tão importante. A Mattel aprecia e respeita a paixão em torno do pedido de uma boneca Barbie careca”, disse em comunicado, sem confirmar ou não se os mais novos vão ter um novo modelo Barbie nas lojas.

Para alguns especialistas uma Barbie careca é uma inevitabilidade. É o caso de Robin Grant, diretor-geral de We are Social. “O óbvio seria lançar uma edição limitada da Barbie com uma percentagem dos lucros a reverterem para a caridade”, diz citado pela Marketing Magazine.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Os ministros da Presidência do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva (C), Economia, Pedro Sia Vieira (E) e do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D). MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Portugal é o quarto país da UE onde é mais difícil descolar do mínimo

Mattel responde a pedidos para uma Barbie careca