McLusitano tem agora Bolo do Caco e Queijo da Ilha

ng3119845

O pão típico da região da Madeira e o queijo da Ilha de São Miguel, Açores, são os ingredientes dos dois novos McLusitanos, que a McDonald’s lança a partir desta quarta-feira, dia 30.

À venda nos 138 restaurantes da marca, durante cinco semanas, estes dois novos hambúrgueres resultam da parceria da McDonald’s com a CAP – Confederação de Agricultores de Portugal. Mais concretamente com os fornecedores portugueses Panike (Bolo do Caco) e LactAçores (Queijo da Ilha), Mendes Gonçalves (molhos) e Vitacress (alface botávia).

Ao fim de 22 anos de atividade em Portugal, a McDonald’s trabalha com cerca de 30 fornecedores nacionais, sendo Portugal o segundo país mais representativo a nível de fornecedores na Europa.

Só em 2012, a McDonald’s fez compras a estes fornecedores no valor de 28,5 milhões de euros, o equivalente a 31% do volume total de compras em Portugal.

“A incorporação de carne nacional é atualmente de 40%”, diz Mário Barbosa, diretor geral da McDonald’s Portugal, acrescentado que “existe potencial para crescer.”

Ler mais: McDonald’s Portugal. “As pessoas
vão a restaurantes, mas consomem menos”

Neste sentido, a multinacional norte-americana adoptou para estes produtos, tal como para o McBifana e Sopissímas, o selo “Portugal sou eu”, um programa do Ministério da Economia com o objetivo de mobilizar o país para o crescimento económico.

Na apresentação, esta terça-feira, dos dois novos McLusitano, o secretário de Estado da Agricultura, José Diogo Albuquerque elogia as parcerias da McDonald’s com fornecedores nacionais, pois acredita ser esta também uma via para ajudar a recuperar o défice da balança comercial do país.

“Sou fã da McBifana”, confesa o secretário de estado da Agricultura para de seguida apontar três elementos que ganham com esta parceria: “a McDonald’s que afasta a ideia de fast food, ganham os produtores e ganha o país”, em relação ao qual o ministro aponta a meta da auto-suficiência em 2020.

“Se conseguirmos reduzir 500 milhões de euros por ano, vamos conseguir reduzir o défice da balança comercial”, diz José Diogo Albuquerque.

Também Jorge Rita, vogal
da direção da CAP, dá “nota muito positiva” ao facto dos novos hambúrgueres da McDonald’s terem fornecedores nacionais, sendo esta uma forma de promover produtos nacionais e de “ajudar a agricultura, um sector que irá ajudar a recuperar a economia do país.”

Este lançamento ocorre depois de um outro que privilegia os produtos nacionais: o Sundae Origens Ananás dos Açores.

O McLusitano Bolo do Caco leva o pão típico da região da Madeira, o hambúrguer, tomate, alface e molho de alho.

O McLusitanoQueijo da Ilha leva leva pão tradicional de água, queijo da Ilha, o hambúrguer, alface e molho de queijo.

O preço do Menu McLusitano é de 5.40euro
(este preço é menu, inclui o hambúrguer, acompanhamento e bebida).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Paulo Azevedo, Chairman e Co-CEO da Sonae, e Ângelo Paupério, Co-CEO da Sonae.

(Leonel de Castro / Global Imagens)

Sonae SPGS com lucros de 200 milhões até setembro

Veículos estacionados no porto de Setúbal, durante a greve dos estivadores precários, em Setúbal, 14 de novembro de 2018. Em causa está um diferendo laboral desencadeado por um grupo de estivadores precários e a empresa de trabalho portuário Operestiva, que afeta várias empresas, entre as quais a Autoeuropa. ANDRÉ AREIAS/LUSA

Setúbal: Operestiva disposta a negociar se estivadores voltarem ao trabalho

Primeira-ministra Theresa May, 14 de novembro de 2018. EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Brexit: May consegue apoio do Governo e aprova rascunho do acordo final

Outros conteúdos GMG
McLusitano tem agora Bolo do Caco e Queijo da Ilha