livros

Muito stress? Nova moda passa por agarrar-se aos lápis de cor

'Arte-Terapia Anti-Stress: Jardins - 100 imagens para colorir'
Leya Online."> 'Arte-Terapia Anti-Stress: Jardins - 100 imagens para colorir'

Livros de colorir para adultos. Esta é a nova moda para aliviar o stress. O produto, normalmente associado ao público infantil, começou a ser comercializado para adultos, com o objetivo de 'aliviar o stress". Isto em Inglaterra, mas a moda está a pegar e já há livros destes à venda na Fnac e na Leya Online.

A ideia foi criada pela editora britânica Michael O’Mara que, aproveitando o facto de conhecer casos de pais que aproveitavam os livros de pintar dos filhos para os colorir, resolveu lançar os primeiros modelos similares, mas para o público adulto.

Pintar seguindo as delimitações dos desenhos, já não é um exercício exclusivo dos mais novos. Os manuais, com padrões, sejam florais ou desenhos abstratos, foram desenvolvidos para ajudar a aliviar o stress dos adultos. Esta atividade é considerada terapêutica sendo aconselhada para pessoas que precisem de aliviar situações de nervosismo e ansiedade.

Em entrevista à revista Sábado, a autora e criadora de livros coloridos para adultos, Johanna Basford garantiu que a arte de “colorir é uma ótima maneira para relaxar e fazer algo criativo”. A artista desenvolveu o livro ‘Jardim Secreto’, um dos livros do género mais vendidos no Brasil.

Alguns atores de cinema ou modelos profissionais, como Ryan Gosling, Benedict Cumberbatch ou Kate Moss, já têm os seus rostos em livros para colorir. “Color me Good Ryan Gosling”, está à venda no site da Amazon e no Wook, por cerca de 11 euros.

No Reino Unido, o país pioneiro na comercialização de livros para colorir destinados a adultos, já foram vendidos cerca de 250 mil exemplares. Em Portugal, os interessados podem procurar na FNAC, ou no site da Editorial Presença pelo livro ‘Arte-Terapia Anti-Stress: Jardins – 100 imagem para colorir’, de Ana Bjezancevic, que tem um custo de 10,90 euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
( Pedro Granadeiro / Global Imagens )

Salário já não é tudo para segurar jovens talentos

António Costa, Mário Centeno e outros ministros num evento sobre os três anos de Governo. Fotografia: 
Gonçalo Delgado/Global Imagens

Costa só reverteu 35% do emprego público destruído no tempo de Passos e Portas

O Governador do Banco de Portugal, Carlos Costa. (Fotografia: Inácio Rosa/ Lusa)

Governo quer Finanças a fiscalizar Banco de Portugal

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Muito stress? Nova moda passa por agarrar-se aos lápis de cor