Negro da Burger King lança confusão nos Estados Unidos

Whopper Halloween no Japão, um ano antes
Whopper Halloween no Japão, um ano antes

A Burger King tem à venda, desde segunda-feira, nos EUA uma versão negra do seu famoso Whopper, como forma de assinalar o Halloween. No entanto, a novidade, que vem do japão um ano depois, está a ser recebida com estranheza pelos consumidores americanos, através do Twitter.

“Burger King lançou um Whopper para o Dia das Bruxas e parece nojento. Quem quer comer um bolo preto…” ou “Quem quer comer um hambúrguer com um bolo preto? Estou tão confuso”, escrevem dois consumidores da marca no seu Twitter, segundo a revista Fortune.

2

Com o preço de 4,99 dólares, o Whopper Halloween é constituído por carne grelhada, queijo americano derretido, tomates maduros, alface, maionese cremosa, molho Hearty, pickles crocantes, e cebolas brancas fatiadas. A estrela desta edição especial é o pão negro, que tem esta cor graças à tinta de choco.

O lançamento surge um ano depois do Burger King Japão ter testado hambúrgueres com pãezinhos de hambúrguer pretos, queijo branco, ketchup preto, todos feitos com tinta de lula e carvão de bambu, segundo a revista Time.

Ler também: Burger King ignora “Não” da McDonalds. Vamos criar o The Peace Day Burger?

A ideia da marca é ter Whopper Halloween no seu menu apenas no mês de outubro, para comemorar o Dia das Bruxas, que se festeja a dia 31 desse mês, servido numa embalagem especial, estampada com as múmias e outros elementos desta temática.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

O ensino profissional é uma das áreas em que Portugal se posiciona pior na tabela do IMD World Talent Ranking 2019. Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Portugal é 23º no ranking mundial de talento. Caiu seis posições

Foto: D.R.

TAP soma prejuízos de 111 milhões até setembro. E vai contratar mais 800 pessoas

Outros conteúdos GMG
Negro da Burger King lança confusão nos Estados Unidos