livros

Novidades editoriais. Os livros que vai querer ler este ano

Fotografia: Hernani Pereira
Fotografia: Hernani Pereira

Grupo Porto Editora apresentou as suas novidades editoriais para este ano. Entre elas, o livro póstumo de Luís Miguel Rocha "Curiosidades do Vaticano"

O livro póstumo de Luís Miguel Rocha “Curiosidades do Vaticano” é uma das novidades editoriais do 1.º semestre deste ano anunciadas hoje pelo grupo Porto Editora.

“Curiosidades do Vaticano” é um livro de crónicas sobre a cidade-Estado, de Luís Miguel Rocha, autor que morreu em março do ano passado, aos 39 anos, e deixou por completar uma tetralogia centrada no Vaticano, iniciada com “O último papa” (2006). Este é o primeiro livro de não-ficção com textos soltos que o autor deixou sobre o Vaticano e que foram reunidos num volume.

Luis Miguel Viana. fotografia: Hernani Pereira

Luis Miguel Viana. Fotografia: Hernani Pereira

Entre as novidades literárias anunciadas, Francisco José Viegas regressa aos escaparates com o livro de contos “A poeira que cai sobre a terra e outras histórias”, protagonizado pelo conhecido detetive Jaime Ramos, uma personagem criada por si e protagonista de outros títulos como “O mar em Casablanca”. Como explicou o editor Manuel Alberto Valente, da Porto Editora (PE) as cinco histórias agora reunidas foram já publicadas em edições dispersas.

Na ficção internacional, entre outras obras, está prevista a publicação dos novos romances de Richard Ford, “Francamente, Frank”, a editar em abril, e do irlandês John Banville, ” A guitarra azul”, a sair em junho. Em 2013 a porto Editora publicou “Luz antiga”.

O livro-testemunho da atriz e ex-apresentadora da RTP Ana Zanatti, de 66 anos, fala da assunção da homossexualidade

 

Pela Sextante Editora, uma das chancelas do grupo, João Rodrigues realçou a publicação, em fevereiro, de “O sexo inútil”, apresentado como “um livro-testemunho” da atriz e ex-apresentadora da RTP Ana Zanatti, de 66 anos, e que segundo o editor João Rodrigues é uma narrativa “contra a corrente de tolerância quanto à assunção da homossexualidade”.

O romance dado como perdido do escritor inglês Malcolm Lowry (1909-1957), “In Ballast to the White Sea”, ainda sem título em português, será editado em maio, com a chancela da Livros do Brasil (LB), anunciou São José Sousa. Segundo esta responsável editorial, nesta chancela é também levado à estampa “A última noite e outras histórias”, de James Salter, autor norte-americano falecido em junho do ano passado, aos 90 anos.

Livros infantis

No catálogo infantil, Sandra Lopes, da PE, destacou a publicação de “Ulisses”, de Maria Alberta Menéres, abrindo o projeto de edição da obra completa desta autora de 85 anos e que inclui também a edição de “À beira do aldo dos Encantos”, e “Contos de Perrault”; nesta área está também prevista a edição de “A fada dos dentes”, um inédito de Luísa Ducla Soares.

Os clássicos

Pelos LB é editado em janeiro o inédito, em Portugal, “A cidade”, de William Faulkner (1897-1962), numa tradução de Ana Maria Chaves, que traduzirá também “A mansão”, a sair proximamente.

Fotografia: AP Photo/Library of Congress, A.E. Hotchner

Fotografia: AP Photo/Library of Congress, A.E. Hotchner

Nesta chancela será publicado de Ernest Hemingway (1899-1961), “Por quem dobram os sinos”, originalmente editada em 1926, e “As torrentes da primavera” seguido de “Um gato à chuva e Outros contos”.

Esta segunda obra é referente aos inícios da carreira literária de Hemingway, e, em “As torrentes da primavera”, o autor “dá algumas alfinetadas” a alguns dos seus pares, disse São José Sousa.

Ainda com a etiqueta LB é publicado em abril “O livro da selva”, de Rudyard Kipling, em maio “A peste”, de Albert Camus, e em junho, “Viagem com o Charley”, de John Steinbeck, obra originalmente publicada em 1962, semanas antes de ser distinguido com o Prémio Nobel da Literatura.

 

Poesia

Pela Assírio & Alvim, outra das chancelas do grupo editorial, Vasco David realçou a edição das “Cartas reencontradas de Fernando Pessoa e Mário de Sá-Carneiro”, de Pedro Eiras, e da poesia publicada em vida de Ruy Cinatti (1915-1896), e anunciou as estreias de Filipa Leal e Kabir no catálogo de poesia da editora.

Almada Negreiros. Foto Arquivo DN

Almada Negreiros.
Foto Arquivo DN

Esta editora vai reeditar “Estranha forma de vida”, de Enrique Villa-Matas, título que o autor espanhol retirou do conhecido fado de Amália Rodrigues quando viu um disco seu no aeroporto.

A Assírio vai colocar no mercado uma coleção de bolso de obras Almada Negreiros (1893-1970) que visa “democratizar” os textos deste autor futurista, explicou Vasco David. “Manifestos” e “Ficções escolhidas” são os primeiros títulos.

E-books

Vitor Gonçalves, da chancela digital Coolbooks, anunciou a iniciativa “Ler é Cool”, que, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares, visa “promover os hábitos de leitura através de dispositivos móveis”. Entre as reedições destaca-se “Sala magenta”, de Mário Carvalho, pela PE, no âmbito do projeto de edição da sua Obra Completa, “Missa in albis”, de Maria Velho Costa, “profundamente revisto e com um prefácio de Manuel Gusmão”, disse Vasco David.

A sessão de apresentação decorreu no Museu Geológico, em Lisboa, tendo sido anunciada a publicação de mais de 90 títulos, distribuídos pelas chancelas Porto Editora, Sextante Editora, Assírio & Alvim, Livros do Brasil e Coolbooks.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Céu cinzento de Londres. Fotografia: D.R.

Portugal fora do corredor turístico britânico. Madeira e Açores entram

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, acompanhado pelo ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos (Foto: Mário Cruz/Lusa)

Recuperar poder de decisão na TAP obriga Estado a pagar mais

O presidente do conselho de administração da TAP, Miguel Frasquilho. (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Frasquilho: Reestruturação da TAP “não vai ser isento de dor”

Novidades editoriais. Os livros que vai querer ler este ano