Novo algoritmo do Facebook diminuiu alcance das publicações em mais de 40%

Facebook tem novo algoritmo há uns meses
Facebook tem novo algoritmo há uns meses

Quem administra uma página de Facebook e esteve atento às estatísticas nos últimos tempos deve ter reparado que o alcance das suas publicações diminuiu. Não foram as férias do Natal, foi o novo algoritmo do Facebook.

No início de dezembro, a rede social confirmou alterações ao algoritmo que determina a ordem das publicações no feed de notícias. Na altura, o Facebook avisou que as Páginas deveriam ver uma diminuição do tráfego orgânico (isto é, gerado por envolvimento natural e não por anúncios). Do que as marcas não estavam à espera era de ver o alcance cair mais de 40%.

A Komfo, empresa especializada em marketing social, estudou o alcance de 5 mil páginas de Facebook, de vários tamanhos, entre Agosto e Novembro, para medir a interação com os fãs. As conclusões vão ao encontro das queixas dos marketeers: quebra de 42% na penetração entre os fãs, diminuição de 31% na amplificação viral e menos 28% de taxa de cliques (CTR).

A diretora de marketing da Komfo, Anna Jorgenson, disse ao Inside Facebook que isto significa o fim dos ‘almoços grátis’ no Facebook, no que respeita a marketing: tal como noutros meios é preciso gastar dinheiro para ganhar relevância, também vai passar a ser necessário investir no Facebook. Já não será suficiente ter uma página com grande alcance e posts bem humorados.

No seu blogue, a Komfo analisou os resultados e sublinhou que “as empresas têm de começar a investir em anúncios no Facebook se quiserem chegar à audiência certa com os seus conteúdos.”

No entanto, refere, o estudo “também mostra que os algoritmos do Facebook, que controlam o que vemos no nosso feed de notícias, foram melhorados. O Facebook está melhor a mostrar o conteúdo de uma página aos utilizadores mais envolvidos.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Presidente da BP Portugal, Pedro Oliveira.
(Jorge Amaral/Global Imagens)

Combustíveis. Portugal perde vendas até 430 milhões para Espanha

José Galamba de Oliveira, Presidente da Associação Portuguesa de Seguradores.
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Galamba de Oliveira: “É preciso um fundo para responder a grandes catástrofes”

trump-merkel_770x433_acf_cropped-1

Trump diz que UE, China e Rússia são inimigos dos EUA

Outros conteúdos GMG
Novo algoritmo do Facebook diminuiu alcance das publicações em mais de 40%