Apple

Novo iPad, Arcade e séries a 4,99 dólares por mês: as novidades Apple

A 7ª geração do iPad de 9,7 polegadas chega no final do mês
A 7ª geração do iPad de 9,7 polegadas chega no final do mês

O próximo iPad chega no final do mês e custará 399 euros, um preço mais baixo que o esperado para o modelo, que passa a ter 10,2 polegadas

A linha de tablets da Apple vai receber uma adição no final do mês. No seu evento anual em Cupertino, antes de apresentar os novos iPhones 11, a empresa lançou a sétima geração do iPad original, atualizando o tamanho de 9,7 para 10,2 polegadas. Foi o único a receber uma nova versão.

Os grandes trunfos da marca liderada por Tim Cook para este novo modelo são o processador A10 Fusion, o que torna o tablet “duas vezes mais rápido que o PC mais vendido”, e o preço convidativo: 329 dólares, o que em Portugal vai traduzir-se em 399 euros, segundo os preços já disponíveis na loja online da Apple.

Embora a conferência que decorre no Steve Jobs Theatre seja dedicada aos novos iPhones, faz sentido que a empresa apresente outras novidades nas suas linhas adjacentes, que nos últimos trimestres têm tido um desempenho bastante melhor que o smartphone – embora não tenham o mesmo peso nas receitas da Apple. Este iPad, que é o formato mais popular entre os vários disponíveis, foi desenhado para tirar o melhor partido do recentemente lançado iPadOS. Também inclui o conector inteligente, para ligar o iPad ao teclado (smart keyboard), e é feito de alumínio 100% reciclado.

Este lançamento coloca em dúvida o evento de outubro que a Apple costuma ter para os tablets e computadores, mas reflete a recuperação notável do iPad, que durante vários trimestres viu as vendas cair a pico e a sua sustentabilidade como linha de produtos posta em causa.

Apple TV+

O muito esperado serviço de televisão da Apple vai custar apenas 4,99 dólares por mês, o que o põe a jeito para rivalizar com a Netflix, Hulu e Amazon Prime. Embora não ofereça os catálogos extensos que estes gigantes do streaming têm, o TV+ chega com argumentos de peso: um deles é a primeira série televisiva de Jennifer Aniston depois de “Friends”, que terá também Reese Witherspoon e Steve Carell, intitulada “The Morning Show.” Há ainda “For All Mankind”, “Dickinson” e “See”, uma série fantástica com Jason Momoa realizada por Francis Lawrence, responsável por “Os Jogos da Fome”.

“A nossa missão é trazer-vos as melhores histórias originais das mentes mais criativas na televisão e cinema, histórias com sentido”, disse Tim Cook. A subscrição é para toda a família e vai receber novos originais todos os meses. Quem comprar novos iPhones, Macs ou iPads também receberá um ano de subscrição gratuita.

Arcade

A subscrição de jogos da Apple também custará 4,99 dólares e fica disponível a 19 de setembro, com um mês de teste gratuito. Entre o anúncio em março e este evento estival, a Apple conseguiu atrair vários estúdios e designers de peso, como a Capcom e Konami, para lançarem jogos na plataforma, o que poderá torná-la interessante para muitos utilizadores.

Apple Watch

O relógio inteligente da marca também foi atualizado: eis o Apple Watch Series 5, que não tem uma diferença visual gigante mas passa a ter um mostrador sempre ativo. Ou seja, o utilizador poderá ver as horas em permanência, em vez de “acordar” o visor quando precisa. Disponível a 20 de setembro, custará 399 dólares na versão standard e 499 dólares na versão com conectividade celular. O foco continua a estar no papel que o Watch desempenha para ajudar os utilizadores a monitorizarem a sua forma física e a melhorarem o seu estado de saúde.

Em palco, foram apresentados dois estudos que estão a ser feitos usando o Watch através de uma aplicação de investigação, Research App, na qual os consumidores podem optar participar. “Estamos muito excitados com o impacto que a Research App pode ter”, disse Tim Cook, falando de “melhorar a nossa saúde e a saúde das gerações futuras.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
: PÁGINAS : LIXO 08-09 NEGÓCIOS Eólicas + Opinião

Eólica vs. solar. Que energia dominará a Europa em 2030?

Turistas no Miradouro São Pedro de Alcântara, em Lisboa.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Ourém recua, Guimarães pondera. São já 8 os municípios que cobram taxa turística

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve confiante numa estabilização do mercado britânico

Outros conteúdos GMG
Novo iPad, Arcade e séries a 4,99 dólares por mês: as novidades Apple