desenhos animados

Nutri Ventures nos EUA. Desenhos bons de ver

ng3113051

As crianças
norte-americanas vão conhecer novos heróis a partir de
segunda-feira, quando a série de animação portuguesa Nutri
Ventures
se estrear nos Estados Unidos. O canal para crianças
Kabillion e o Hulu licenciaram a criação portuguesa, que promove a
alimentação saudável de forma subliminar.

Como? “Os heróis têm
de ir à procura dos Nutri Powers, que estão dentro de alimentos
escondidos em sete reinos longínquos”, explica ao Dinheiro Vivo o
cofundador Rui Lima Miranda. Os reinos são fatias da roda dos
alimentos e as peripécias do heróis servem para as crianças
conhecerem os “nutripoderes” dos alimentos.

A série estreou-se em
Portugal em outubro, na RTP2 e no canal Panda.

Com a estreia no
Brasil (SBT) e em Espanha (Disney) nas últimas semanas, passa a
estar em 19 países. “É a primeira vez que um produto de animação
português está a passar num canal Disney, o que é um marco
histórico”, diz Rui Miranda.

Pelos dados da empresa, as
audiências estão muito acima das expectativas: em 30% das emissões,
o Nutri Ventures fica no top 3 dos programas mais vistos.

“Quisemos
passar mensagens universais acerca dos alimentos e fazer a série o
mais universal possível, em termos de estilo gráfico, velocidade da
animação e ação.” Cada episódio de 22 minutos demora cinco
meses a ficar pronto, entre escrita e finalização, e requer
investimentos avultados. A empresa assegurou dez milhões de euros de
fundos, primeiro com business angels e já este ano com a entrada da
Espírito Santo Ventures e Portugal Ventures.

Para 2013, espera uma
faturação de um milhão; mas o modelo de negócio não assenta na
televisão. Está no licenciamento de personagens e história para
produtos associados como roupa e brinquedos. Em breve, será
introduzida no mercado português a Nutri Meal, versão saudável do
pacote para crianças que traz brindes relacionados.

Retrato

A série já passa em 19 países: Portugal, Espanha, Brasil, EUA,
Colômbia, Israel, Hungria, Singapura, Tailândia, Bulgária, Bósnia,
Croácia, Malásia, República Checa, Roménia, Eslováquia, Ucrânia,
Sérvia e Eslovénia. Os canais são o Hulu, RTP2, Panda, Disney,
SBT, Incomsa, Minimax, Noga, Paksinva, Play Media, ProPlus, Trevano,
OPkto e M2. O investimento total foi de dez milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
A ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D), e o secretário de Estado do Emprego, Miguel Cabrita (E). Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Salário mínimo de 635 euros? Dos 617 dos patrões aos 690 euros da CGTP

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

concertação

Governo sobe, sem acordo, salário mínimo até 635 euros em 2020

Outros conteúdos GMG
Nutri Ventures nos EUA. Desenhos bons de ver