Paraquedista desmaia durante o salto e é salvo pelo instrutor em vídeo de cortar a respiração

A carregar player...

A possibilidade de o paraquedas não abrir é normalmente apontada como sendo o maior risco desta atividade, e é por isso que os equipamentos são cada vez mais seguros e redundantes. Mas este vídeo mostra outro perigo: o de se poder desmaiar ou entrar em convulsão a meio caminho.

Foi o que aconteceu a este paraquedista, que em Novembro de 2014, num salto que fazia parte de um curso de queda livre, perdeu os sentidos ao tentar uma manobra, a uma altitude de 9 mil pés (cerca de 2700 metros), ainda antes da abertura do paraquedas.

O instrutor, apercebendo-se do problema, conseguiu “voar” até próximo dele, e, já a 4 mil pés (1200 metros) de altitude, ativar o paraquedas, afastando-se para não ficar preso nas cordas.

O homem acabou por recuperar os sentidos e aterrar sem problemas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

Motoristas de matérias perigosas em greve concentrados na Companhia Logística de Combustiveis - CLC.
Fotografia: Paulo Spranger / Global Imagens

Combustíveis. Sindicato conseguiu mais 200 sócios com greve

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Paraquedista desmaia durante o salto e é salvo pelo instrutor em vídeo de cortar a respiração