Hotelaria

Pestana CR7. A marca de hotéis para os instagrammers

A carregar player...

Em 2025, os millennials serão a maioria da força do trabalho. E de rendimento. O Pestana Hotel Group e o Ronaldo querem apanhar esse target

Se a melhor defesa é um bom ataque, o Pestana Hotel Group já ganhou mais uma batalha. Na terça-feira abre o segundo Pestana CR7 Lisboa e fica mais perto de conquistar o que todos querem: os millennials.

Nesta luta contam com um forte aliado: Cristiano Ronaldo, o parceiro nesta joint-venture que prevê um investimento de 75 milhões em quatro hotéis. Depois do Funchal e Lisboa, seguem-se Madrid e Nova Iorque em 2017.

José Roquette explica a aposta na criação da marca Pestana CR7 Hotel. “Os millennials é um segmento de mercado emergente, mas no futuro será preponderante. Esta é uma medida do grupo para antecipar essa mudança futura, o que vai fazer com que a nossa base de negócio passe a assentar em outra base de cliente”, justifica o chief development officer do Pestana Hotel Group.

E não falta muito para essa mudança. Calcula-se que em 2025 os indivíduos nascidos nos anos 80 e 90 deverão ser a maioria da força de trabalho, logo serão os detentores de rendimento.

E é para esse shitf que o grupo de Dionísio Pestana está a trabalhar. Este target é também mais recetivo a mensagens que usem celebridades e buscam inspiração nos seus pares, seguem as suas recomendações. A ligação a Ronaldo, ele próprio um millennial, completa o ciclo.

Os millennials é um segmento de mercado emergente, mas no futuro será preponderante”

O capitão da Seleção Nacional serve assim de gancho para os lifestyle hotels. “Não se trata de fazer de hotéis com a imagem específica do Cristiano, mas hotéis inspirados em temas do universo no qual ele se movimenta”, precisa José Roquette.

“No hotel em Lisboa fomos buscar muito a ideia da competição, de velocidade e tudo o que está associado ao mundo do desporto. Não é excessivamente focado na imagem do Cristiano, mas no conjunto de valores que circulam à volta da sua personalidade”.

Veja as imagens do novo hotel em Lisboa

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Valores que são visíveis logo no lobby do hotel. À entrada uma frase recebe os hóspedes: Your Love makes me strong, your hate makes me unstoppable. Ou seja, “o vosso amor torna-me mais forte, o vosso ódio torna-me imparável.”

Um mote muito ao estilo do jogador do Real Madrid. Nos corredores, há elementos decorativos ligados ao futebol, nas escadas sensores que quando ativados disparam som de claques a torcer pelo jogador. As alcatifas dos quartos têm sete marcas de chuteiras que replicam as pegadas de um sprint de Ronaldo.

Conceitos que não se deverão repetir nos hotéis em Madrid e Nova Iorque, com abertura prevista para final do próximo ano, início de 2018.

À entrada uma frase recebe os hóspedes: Your Love makes me strong, your hate makes me unstoppable.

Os Pestana CR7 “inspiram-se em valores e conceitos que têm a ver com muita tecnologia, com design contemporâneo, mas os hotéis vão ser todos diferentes, não queremos criar uma linha de produto estandardizada”, garante o gestor.

Com 83 quartos, o hotel na rua do Comércio, a curta distância do Terreiro do Paço, implicou um investimento de 15 milhões de euros, tendo criado 50 postos de trabalho. Um staff reunido muito à imagem e semelhança de millennials: 75% da equipa tem uma experiência internacional. E de vida para lá da hotelaria.

Há quadros com formação em teatro, por exemplo. Funcionam como embaixadores do Pestana CR7. “A marca CR7 e os millenials que queremos atingir não procura o luxo, mas conforto, espaços muito abertos, de interação entre o staff e os clientes, convivência entre os próprios clientes”, argumenta.

 JoséŽ Roquette, administrador do grupo hoteleiro Pestana. Fotografia: Paulo Alexandrino / Global Imagens

JoséŽ Roquette, administrador do grupo hoteleiro Pestana.
Fotografia: Paulo Alexandrino / Global Imagens

Elementos tidos em consideração no desenho do produto Pestana CR7 Hotel, o que se reflete até na arquitetura do espaço.

“Todo o hotel é desenhado num conceito wall less (sem paredes), porque o que os millennials pretendem é a máxima conexão e interatividade, socialização. E queremos que o produto permita essa máxima de interação e experiências”, descreve Nuno Ferreira Pires, administrador com o pelouro do marketing. E também de partilha.

Conceito transversal até nos menus criados pelo chef Rui Martins, do Rib Beef & Wine, localizado no Pestana Vintage do Porto. “Os produtos de bar, de restaurante, são todos feitos numa onda de sharing, para que as pessoas possam fazer efetivamente partilha que é hoje, claramente, o grande fenómeno, os das redes sociais”, continua Nuno Ferreira Pires.

Uma partilha facilitada pelo “conforto digital” que o hotel quer oferecer para que possam partilhar “todas essas experiências extraordinárias do mundo hoteleiro com o mundo”. Os quartos têm acesso a internet de alta velocidade, carregadores duplos de USB para smartphones e tablets, as portas abrem-se com o smartphone, por exemplo.

A nível de comunicação a aposta é óbvia: redes sociais e tudo o que é digital. Plataforma de eleição, deste público-alvo always on, com mais do que um terminal e que vive ativamente nas redes sociais. Mas até aqui há diferenças.

“Estes hotéis atraem de facto um público diferente. No Pestana Hotel & Resorts o nosso core social acontece no Facebook. Quando fizemos a inauguração no Funchal o core aconteceu no Instagram. Que é exatamente a ferramenta preferida pelos millennials. A marca está desenhada de uma forma tal que até no output isso começa a aparecer. Somos mais Instagram menos Facebook”.

Veja as imagens do novo hotel em Funchal

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Teste - Redação DV

Liberdade e sustentabilidade dos media, com ou sem apoio do governo?

Regime dos residentes não habituais garante isenção de IRS a quem recebe pensões do estrangeiro.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Primeiros 18 residentes não habituais prestes a perder benefício

Miguel Albuquerque, do PSD Madeira.

Projeção. PSD perde maioria absoluta na Madeira

Outros conteúdos GMG
Pestana CR7. A marca de hotéis para os instagrammers