Petição a favor de Sócrates na RTP passa 5 mil

José Sócrates
José Sócrates

Um grupo de mais de 5 mil pessoas (dia 22, às 16h) está a promover na Internet uma petição a
favor da presença do ex-primeiro-ministro José Sócrates como comentador
político na RTP.

Esta petição, que pode ser vista aqui, surge em resposta a uma petição contra o ex-líder socialista.

A petição online a favor de José Sócrates é dirigida ao Parlamento e começou a circular hoje a partir das 13h30.

“Somos um grupo de cidadãos que constatam que as reações em relação à presença do engenheiro José Sócrates como comentador da RTP demonstram que ele marcou a vida política portuguesa dos últimos anos. O balanço da sua governação, positivo ou negativo, depende da avaliação de cada um e do que valoriza em cada prato da balança, houve atitude, obra feita, houve erros mas também muitos benefícios”, sustentam os subscritores a favor do ex-primeiro-ministro.

Os cidadãos a favor da presença de Sócrates na RTP alegam ainda que Portugal é um “Estado democrático e de Direito com um princípio fundamental basilar desse mesmo Estado: O princípio do contraditório, o princípio da defesa quer do bom nome, quer das opções tomadas”.

“Acreditamos que vivemos num Estado Democrático, cujos valores devem ser defendidos e praticados, e em verdadeira democracia e liberdade a afirmação de Voltaire é mais atual que nunca: ‘Posso não concordar com uma só palavra sua, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-la’. Por tudo isto nós somos a favor da presença de Sócrates na RTP”, lê-se no texto da petição.

De acordo com a lei, qualquer petição online com pelo menos 4.000 assinaturas tem de ser apreciada em plenário da Assembleia da República.

Já os subscritores da petição contra o ex-líder socialista afirmam no texto recusar “a presença do ex-primeiro-ministro José Sócrates em qualquer programa da RTP”, alegando que se trata de uma televisão paga com dinheiros públicos.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Presidente do Conselho de Finanças Públicas (CFP), Nazaré da Costa Cabral. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Linhas de crédito anti-covid ainda podem vir a pesar muito nas contas públicas

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. FILIPE FARINHA/LUSA

Marcelo promulga descida do IVA da luz consoante consumos

Fotografia: Fábio Poço/Global Imagens

Apoio a rendas rejeitado devido a “falha” eletrónica

Petição a favor de Sócrates na RTP passa 5 mil