Internet

Procura páginas de internet que desapareceram? Vá ao Arquivo da Web Portuguesa

O Arquivo é gerido pela FCCN
O Arquivo é gerido pela FCCN

Há 45 terabytes de informação disponíveis no Arquivo da Web Portuguesa, o repositório onde pode encontrar páginas e informações que já não se encontram disponíveis.

Por exemplo, se quiser revisitar a Expo 98 ou o Euro 2004 pode fazê-lo neste arquivo. São 1,590 mil milhões de ficheiros, num arquivo gerido pela Fundação para a
Computação Científica Nacional (FCCN).

“Esta plataforma desenvolve, a nível da
Internet nacional, um papel equivalente ao do Internet Archive”, explica a FCCN, permitindo pesquisar páginas publicadas no passado ou que contenham
determinadas palavras, ou ainda aceder ao histórico de versões
arquivadas de uma determinada página.

Pedro Veiga, presidente da FCCN, diz que a internet “tem vindo a substituir a imprensa como meio privilegiado de
publicação” e que existem cada vez mais publicações exclusivamente
online.

“Mas muitos conteúdos têm uma
existência efémera e isso pode ser um problema para alguns tipos de
conteúdos. Cerca de 50% dos conteúdos disponíveis hoje passam a
estar indisponíveis passados apenas 2 meses e 80% dos conteúdos são
alterados ou desaparecem passado um ano”, revela o professor.

A “Web portuguesa” é composta por todos
os conteúdos alojados sob o domínio .pt e outros classificados como
de “manifesto interesse para a comunidade portuguesa.” Qualquer cibernauta pode ainda sugerir o arquivo de sites com conteúdo relevante.

Aceda aqui à página de sugestões.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ana Catarina Mendes, líder parlamentar do PS. Fotografia:  Pedro Rocha / Global Imagens

PS quer acabar com vistos gold em Lisboa e no Porto

O ministro das Finanças, Mario Centeno. Fotografia ANDRÉ KOSTERS/LUSA

Finanças. Défice foi de 599 milhões de euros em 2019

João Paulo Correia, deputado do PS. MÁRIO CRUZ/LUSA

PS avança com aumento extra das pensões mas a partir de agosto

Procura páginas de internet que desapareceram? Vá ao Arquivo da Web Portuguesa