Crianças

Projeto para proteger crianças online lança campanha de crowdfunding

Site foi lançado em 2003
Site foi lançado em 2003

O portal de segurança online para crianças “MiudosSegurosna.Net” acaba de lançar uma campanha de crowdfunding na plataforma Massivmov, com o intuito de financiar ações de sensibilização e formação sobre o tema em Portugal.

Criado em 2003 por Tito de Morais, na altura desempregado, o portal tornou-se uma referência no país e foi considerado um dos principais da Europa. A organização pede 2500 euros na campanha, a que pode aceder aqui.

“Considerados projetos de outras entidades com iniciativas neste domínio, tais como as maiores organizações europeias de proteção e promoção dos direitos da criança, o Projeto MiudosSegurosNa.Net surge em oitavo lugar”, adianta Tito de Morais. “E é ainda o 5º projeto mais falado”, segundo dados da análise da presença no Facebook de 160 projetos dedicados à segurança online de crianças e jovens, oriundos de 34 países europeus. A diferença é que estes projetos são financiados pela Comissão Europeia, governos, empresas e ONG

Tito de Morais recorda dados do EU Kids Online revelando que “42% dos jovens portugueses entre os 9 e os 16 anos não tiveram qualquer aconselhamento sobre segurança na Internet e 65% dos pais gostariam de receber informação e aconselhamento da escola dos seus filhos, mas só 28% o tiveram efetivamente.”

Veja aqui os resultados do EU Kids Online Portugal

“Nnuma época caracterizada por cortes orçamentais, o interesse não tem diminuído, mas os recursos disponíveis são cada vez menores, sobretudo atendendo à falta de interesse revelado pelos potenciais patrocinadores que temos abordado”, explica Tito de Morais. “Daí que o crowdfunding surja como uma alternativa.”

A campanha decorre durante os próximos 60 dias.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Patrick Drahi, fundador da Altice

Altice. Dona da PT confirma conversações para compra da TVI

Tesouro italiano coloca milhões a taxas de juros mínimas

Governo italiano aprova resgate de dois bancos à beira da falência

António Serrano, nos estúdios da TSF. Professor catedrático e político português, foi Ministro da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas do XVIII Governo Constitucional de Portugal.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

António Serrano: “É preciso um choque de gestão no território florestal”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Projeto para proteger crianças online lança campanha de crowdfunding