Quem inventou as pulseiras da moda

Toys R Us tem sucesso à venda
Toys R Us tem sucesso à venda

As pulseiras de elásticos coloridos que são agora tentação para os portugueses mais novos foram criadas nos EUA, pela Cra-Z-Art, uma empresa detida pelo grupo familiar Rose Art Industries, entretanto comprado pela Mattel.

As Elastic Color são vendidas em todo
o mundo, mas à Europa terão chegado através de Espanha, no início
do ano passado. Com destino a um entreposto que depois as distribuiu
pelo Toys R Us, apurou o Dinheiro Vivo, entre outros pontos de venda,
estas pulseiras chegaram em Portugal pouco tempo depois.

Leia também: Que febre é esta das
pulseiras?

Muito apreciadas por crianças dos 6
aos 13 anos, raparigas e rapazes, esta peça de “bijutaria
borrachosa”, como lhe chamou Ricardo Araújo Pereira, depressa
se esgotou, sobretudo nas suas versões mais baratas. As lojas
chinesas, já se encarregaram de trazer a cópia do brinquedo-sucesso
da China e são uma alternativa para a carteira dos pais, com preços
bem mais acessíveis.

Longe desta euforia portuguesa está a
Cra-Z-Art, criada pelos irmão Rosen, Jeffrey e Lawrence, nos seus
escritórios em Livingston, Nova Jersey, nos Estados Unidos.

A Cra-Z-Art tem cerca de 1.500
referências de artigos, entre material de escritório e
estacionário, brinquedos, objetos de escrita, entre muitos outros,
que depois são vendidos a retalhistas. O grupo diz que o seu
crescimento se deve sobretudo ao licenciamento de empresas como
Marvel, Mattel e NBA.

A empresa fabrica brinquedos e artigos
didáticos e brinquedos, alguns deles estão entre os mais populares
do mundo – como Bob o Construtor, Homem-Aranha, Barbie, Hot Wheels,
Moranguinho e Thomas the Tank Engine.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Governo ganha 128 milhões de euros em receita com aumentos da função pública

Autoridade para as Condições do Trabalho

Inspetores do Estado contra “140 anos para chegar ao topo da carreira”

António Mexia, presidente executivo da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Chineses da EDP não abdicam de desblindar estatutos. OPA quase morta

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Quem inventou as pulseiras da moda