Quer comprar no comércio tradicional do Porto? Neste site os portes são grátis

Bonecos da loja Laroca vão estar à venda no site
Ruas do Porto, onde colocaram à venda alguns dos melhores produtos."> Bonecos da loja Laroca vão estar à venda no site

A partir desta terça-feira, várias lojas do comércio tradicional da Ribeira à Boavista, estão representadas na plataforma Ruas do Porto, onde colocaram à venda alguns dos melhores produtos.

Nasceu, cresceu, estudou e mora no Porto. Condições ideais para
Ricardo Salgado se lançar num projeto que tem tudo que ver com a sua
cidade, as suas ruas e as suas lojas.

Recorrendo aos conhecimentos de web designer, Ricardo criou a
plataforma Ruas do Porto, onde as lojas de comércio tradicional da
cidade podem mostrar os seus artigos, muitas vezes únicos e feitos à
mão. E vendê-los, sem qualquer custo para as lojas e para quem
compra nelas.

Leia também: Porto já tem um guia para quem quer comer bem e beber melhor

Inicialmente, com a Rua do Almada, Rua do Rosário e Rua de 31 de
Janeiro, onde se situam as lojas IllustrART, Laroca, Oporto Fragrance
e Ducado Joias (ver caixa), a plataforma Ruas do Porto espera, muito
em breve, ter mais lojas: desde a Rua do Bolhão, Rua de Cedofeita,
Rua das Flores, passando pela Praça Guilherme Gomes Fernandes (Baixa
do Porto) ou Praça do Bom Sucesso (Mercado do Bom Sucesso), entre
outras. “Vamos continuar a adicionar lojas sempre com critério e a
aprender a evoluir com as mesmas”, diz Ricardo Salgado. Até
porque, acredita o web designer, esta é uma alternativa para os
lojistas que não podem ter uma presença online, muitas vezes
dispendiosa e que exige manutenção. E é tudo fácil. É feito um
acordo com os lojistas, que não pagam para aderir ao projeto – sendo
acrescentada uma taxa mínima ao valor final do produto.

E como é também pensada para facilitar a vida ao cliente, a
plataforma apresenta categorias e filtros que simplificam a procura
dos produtos. Quanto aos portes, esses “são gratuitos para o
cliente e nós cobrimos as taxas de transferência de dinheiro”,
frisa Ricardo Salgado.

Leia também:

Chocolate da Arcádia tem mais uma loja no Porto

Sem apoios, todo o dinheiro gasto para desenvolver e colocar o
site no ar (registo de domínio, alojamento ou proteção de dados)
foi investido por Ricardo e todo o trabalho feito com a ajuda de dois
amigos: Arnaldo Grenha e Natália Pinto.

Mas o web designer diz que está a valer a pena. “Há várias
lojas online dos próprios lojistas – como web designer fiz muitas
delas -, mas não existe uma que junte tudo numa só plataforma”,
defende.

É que o Ruas do Porto, além de mostrar a cidade e o seu comércio
tradicional, dá a conhecer cada loja e respetivos produtos
individualmente, possibilitando a venda imediata. Em breve, “até
para o estrangeiro”, promete Ricardo Salgado.

Retrato

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Tiago Melo

Crédito chega às famílias mas nunca foi tão baixo para as empresas

Passageiros de um cruzeiro aportado em Lisboa, 22 de dezembro de 2017. Fotografia: Artur Machado/Global Imagens

10.º maior destino das exportações não é um país, são barcos e aviões

Maria Luís Albuquerque posa após entrevista nos estúdios da TSF. Economista, professora universitária e Ministra das Finanças de Portugal entre 2013 e 2015 é deputada e Vice Presidente do Partido Social Democrata (PSD). 
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Maria Luís: “Acho difícil que o PS apresente um OE que mereça a nossa aprovação”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Quer comprar no comércio tradicional do Porto? Neste site os portes são grátis