wearable

Relógios inteligentes da Alcatel chegam a Portugal em abril

Watch aposta nas aplicações viradas para a saúde e desporto
Watch aposta nas aplicações viradas para a saúde e desporto

A Alcatel Onetouch entrou no mercado de relógios inteligentes com os Watch. Chegam a Portugal em abril e são compatíveis com Android e iOS.

O relógio, que foi apresentado no início deste ano na CES, em Las Vegas, é resistente à água e está disponível em vários estilos: desportivo, feminino ou clássico. “É o chamado wearable, portanto, queríamos fazer algo que fosse um prazer usar”, explica Dan Dery, diretor de marketing, em comunicado.

As aplicações viradas para a saúde e para o desporto são uma das maiores tendências deste ano e o Watch aposta nesta área. Vem equipado com sensores que monitorizam o ritmo cardíaco, um acelerómetro, giroscópio, altímetro e bússola.

Os utilizadores podem ainda monitorizar o ciclo de sono, a distância percorrida, número de passos e calorias queimadas.

O relógio, com um ecrã de 1.22 polegadas e conectividade bluetooth 4.0, tem um carregador USB incorporado na bracelete e a bateria dura entre 2 a 5 dias.

O preço ainda não está definido, mas custará à volta de 150 euros, adiantou hoje a Alcatel, num encontro com jornalistas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral de Dep—ositos -

Sete dos créditos de risco da CGD tiveram perdas de 100%

Fotografia: REUTERS/Eloy Alonso

Santander anuncia fecho de 140 balcões no Reino Unido

Operadores da Groundforce onde a operação da empresa de ‘handling’ Groundforce inclui números como cinco minutos e 400 toneladas, mas também o objetivo de chegar ao fim de 2019 com 3.600 colaboradores, aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, 22 de janeiro de 2018. Para que os aviões estejam no ar, a Groundforce faz toda a assistência em terra, excetuando o fornecimento de comida e de combustível, como resume o presidente executivo da empresa, Paulo Neto Leite, numa visita guiada aos ‘bastidores’ do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Com o aeroporto de Lisboa “no limite”, Groundforce exige à ANA que invista já

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Relógios inteligentes da Alcatel chegam a Portugal em abril