Road 2 Web Summit

Road 2 Web Summit. 66 startups portuguesas para ouvir, aprovar e premiar

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa (E), cumprimenta o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina (D), durante a cerimónia de apresentação do novo Hub Criativo de Lisboa, na Antiga Manutenção Militar, no Beato, em Lisboa, 17 de junho de 2016. MÁRIO CRUZ/LUSA
O primeiro-ministro de Portugal, António Costa (E), cumprimenta o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina (D), durante a cerimónia de apresentação do novo Hub Criativo de Lisboa, na Antiga Manutenção Militar, no Beato, em Lisboa, 17 de junho de 2016. MÁRIO CRUZ/LUSA

As 66 'startups' vencedoras do concurso lançado pela Startup Portugal "Road 2 Web Summit" vão ser conhecidas esta quarta-feira.

As 66 startups vencedoras do concurso lançado pela Startup Portugal “Road 2 Web Summit” e que vão representar Portugal na Web Summit vão ser conhecidas esta quarta-feira e serão escolhidas entre 170 candidaturas aprovadas.

A menos de dois meses da Web Summit, o Hub Criativo do Beato, em Lisboa, foi o palco escolhido para todo um Pitch Day, dia em que cada startup (empresa em início de atividade) fará uma apresentação breve da sua empresa e em que as 66 que mais se destacarem pelo seu potencial inovador passam a ter acesso direto à edição de 2016 daquele que é considerado um dos principais eventos de tecnologia, inovação e empreendedorismo do mundo e à possibilidade de interação com o ecossistema empreendedor a nível global.

Leia também o artigo de opinião de Sílvia de Oliveira, diretora do Dinheiro Vivo.

Foto: Paulo Alexandrino / Global Imagens

ManuelCaldeira Cabral, ministro da Economia. Foto: Paulo Alexandrino / Global Imagens

Lançado pela Startup Portugal (estratégia do Governo para o empreendedorismo) em parceria com o WebSummit, o concurso chega agora à sua fase final, depois de ter contado com 237 inscrições, das quais 170 startups aprovadas para o pitch, segundo disse o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral.

“Este é o arranque de um caminho até à Web Summit, que vamos ter cá em novembro e durante três anos. Esta quarta-feira, vão ser selecionadas as empresas que têm a enorme responsabilidade de representar Portugal na Web Summit e é com essas empresas que vamos estar a discutir, a ouvir, a aprovar e a premiar”, disse Caldeira Cabral.

O anúncio das vencedoras vai ser feito esta quarta-feira à tarde durante um evento, que conta com a presença do primeiro-ministro português, António Costa, do seu ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e do presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina.

Entre startups, incubadoras de empresas, fablabs e investidores, o dia seguirá preenchido com diversos momentos, um deles a oportunidade para ouvir o presidente da Web Summit, Paddy Cosgrave, o chief operating officer (responsável pelas operações) da incubadora de Silicon Valley (São Francisco) Y Combinator, Qasar Younis, e o presidente executivo e fundador da portuguesa Hole 19 (aplicação móvel de golfe), Anthony Douglas.

Paddy Cosgrave, fundador da Web Summit, maior conferência de empreendedorismo da Europa. Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens

Paddy Cosgrave, fundador da Web Summit, maior conferência de empreendedorismo da Europa. Fotografia: Nuno Pinto Fernandes/Global Imagens

Mas existirão ainda workshops, Office Hours (horas de escritório) e sessões de Mentoring (mentoria) que visam dotar as startups de coaching (formação intensiva), de forma a beneficiarem da melhor preparação para uma representação na Web Summit.

Haverá ainda um “Espaço Ecossistema”, onde as startups e incubadoras foram convidadas a expor o seu projeto e que conta assim com mais de 100 projetos em exibição.

O anúncio das vencedoras vai ser feito esta quarta-feira à tarde durante um evento, que conta com a presença do primeiro-ministro português, António Costa, do seu ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e do presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina.

Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Fotografia: Orlando Almeida/Global Imagens

Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa. Fotografia: Orlando Almeida/Global Imagens

“São as melhores empresas de Portugal, são estas empresas inovadoras que nos vão representar no maior evento de startups a nível mundial, um evento que vem para Portugal e onde estarão mais de 50 mil empreendedores, alguns do maiores investidores mundiais na área da tecnologia e muitos dos que podem fazer destas 66 empresas, 66 empresas com grande futuro”, reforçou o ministro da Economia, acrescentando que o evento vai trazer a Portugal “os melhores investidores, os melhores projetos e as melhores empresas”.

O concurso “Road 2 WebSummit” é organizado com o apoio técnico da Portugal Ventures (sociedade de capital de risco) e inclui um conjunto de iniciativas não apenas durante a Web Summit, mas ao longo de todo o ano e em todo o país.

As vencedoras do concurso terão ainda direito a frequentar os “Road 2 Web Summit Bootcamps”, ações de formação intensiva que irão decorrer em Braga e Lisboa.

Durante a cerimónia serão ainda entregues os prémios do concurso “Ideas”, do programa “Born From Knlowledge”, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, onde as melhores ideias de negócio apresentadas por estudantes do ensino superior serão premiadas com bilhetes para a Web Summit.

A Web Summit é uma conferência global de tecnologia que decorrerá este ano em Lisboa (e nos dois anos seguintes, com possibilidade de mais dois anos), onde são aguardados mais de 50.000 participantes, de mais de 150 países, incluindo mais de 20.000 empresas, 7.000 presidentes executivos, 700 investidores e 2.000 jornalistas internacionais.

Paddy3

Entre os oradores, estarão os fundadores e presidentes executivos das maiores empresas de tecnologia, bem como importantes personalidades das áreas de desporto, moda e música.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fiadores tendem a ser idosos

Pensões sobem em janeiro entre 0,8% e 1,5%, com mínimo de 6 euros

Fotografia: Miguel Pereira/Global Imagens

Valor máximo do subsídio de desemprego sobe 16 euros em 2019

José Neves, CEO da Farfetch. Fotografia:  REUTERS/Toby Melville

Farfetch compra empresa de calçado desportivo por 250 milhões

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Road 2 Web Summit. 66 startups portuguesas para ouvir, aprovar e premiar