Há vida para além da PUB

São Jorge. Há dois homens da pub neste filme. Sabe quem são?

Sao_jorge4

Desde 2006 que Marco Martins não participava no festival internacional de cinema italiano.

São Jorge é o único filme português escolhido para integrar a seleção oficial do Festival Internacional de Cinema de Veneza, que decorre entre 31 de agosto a 1o de setembro. E tem argumento e realização de dois homens da publicidade.

O filme, que compete na seção Orizzonti, conta com o contributo de dois nomes conhecidos da publicidade. Marco Martins, realizador da Ministério dos Filmes, veste a dupla pele de realizador e argumentista num argumento que coassina com outro criativo português: Ricardo Adolfo, diretor criativo na Ogilvy de Tóquio. O criativo português está há cerca de quatro anos no Japão, depois de vários anos em Amesterdão. Na edição deste ano do Cannes Lions ganhou um Leão de Ouro com a campanha criada para a ONG Refugees International Japan com a Refugee Collection.

SaoJorge2

Ricardo Adolfo é também escritor. De contos como Os Chouriços são todos para Assar (2003), Mizé-Antes Galdéria do que Normal e Remediada (2006) ou Depois de Morrer Aconteceram-me muitas Coisas (2009). Tóquio Vive Longe da Terra é a sua obra mais recente.

São Jorge marca o regresso de Marco Martins ao festival de cinema italiano, depois da sua última participação em 2006 com a curta-metragem Um Ano Mais Longo. O filme, que conta a história de um boxeur que nos anos de troika em Portugal acaba por trabalhar em cobranças difíceis, reúne igualmente o realizador a Nuno Lopes.

SaoJorge1

O realizador e o ator trabalharam juntos em Alice (2005) e desde então não mais pararam de colaborar, no teatro, onde têm um grupo e já fizeram cinco peças, e mais recentemente na publicidade.

Marco Martins tem assinado as últimas campanhas da NOS, inclusive a UMA que deu a conhecer o ator como a cara da operadora. Esta segunda-feira a operadora arranca com a nova campanha para a aplicação de TV, tendo também Nuno Lopes como protagonista.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

O ministro das Finanças, Mário Centeno, intervém durante a  conferência "Para onde vai a Europa?", na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa, 22 de março de 2019. MÁRIO CRUZ/LUSA

Próximo governo vai carregar mais 8 mil milhões em dívida face ao previsto

Motoristas de matérias perigosas em greve concentrados na Companhia Logística de Combustiveis - CLC.
Fotografia: Paulo Spranger / Global Imagens

Combustíveis. Sindicato conseguiu mais 200 sócios com greve

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
São Jorge. Há dois homens da pub neste filme. Sabe quem são?