Sumol + Compal. “Lamentamos eventuais susceptibilidades que possamos ter ferido”

A Sumol viu-se envolvida numa crise
A Sumol viu-se envolvida numa crise

A Sumol + Compal lamenta o comentário feito na página do Facebook da marca a um utilizador indignado com o despedimento colectivo de 70 colaboradores.

(ver aqui)

“Foi um comentário a um comentário que poderá ter tido um alcance diferente da intenção com que foi escrito”, diz fonte oficial da empresa. “Entendemos o Facebook como espaço de diálogo aberto com os fãs, pelo que decidimos prontamente lamentar eventuais susceptibilidades que possamos ter ferido”, continua.

A gestão da página do Facebook da marca é assegurada pela empresa de gestão de redes, Live Content, que não quis comentar este assunto.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gustavo Bom/Global Imagens

Não conseguiu validar as faturas para o IRS? Contribuintes têm mais um dia

O ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação das obras de arte da coleção BPN, agora integradas na Coleção do Estado, no Forte de Sacavém. Fotografia: TIAGO PETINGA/LUSA

Fundo de Resolução já pagou em juros 530 milhões ao Estado e 90 milhões a bancos

(Filipe Amorim / Global Imagens)

Venda do Novo Banco é “um não-assunto” para o Fundo de Resolução

Sumol + Compal. “Lamentamos eventuais susceptibilidades que possamos ter ferido”