Tecnologia

Talkdesk quer revolucionar indústria dos contact centers com um robô virtual

Talkdesk
Talkdesk (DR)

Tecnológica portuguesa lança 20 novos produtos nas primeiras 20 semanas de 2020 e aposta em inteligência artificial para soluções automatizadas

A Talkdesk, empresa de software na cloud para contact centers de empresas inovadoras, acaba de anunciar em comunicado o que diz ser um ambicioso programa “para liderar a inovação na indústria dos contact centers em 2020”. A empresa vai introduzir 20 novos produtos no mercado nas primeiras 20 semanas do ano.

Em destaque está o chamado “Talkdesk 20-in-20”, que arranca com o lançamento do Agente Virtual, um assistente de conversação por voz que utiliza inteligência artificial para melhorar a experiência do consumidor com aplicações de autoatendimento.

O novo produto permitirá às empresas atender os seus clientes pelo canal de voz mesmo fora do horário de expediente dos contact centers. “Recorrendo a inteligência artificial, o sistema analisa as intenções do cliente e, de acordo com o tema, o tom e o sentimento que extrai da interação, interage conversacionalmente como se de um agente humano se tratasse”, diz a empresa.

O lançamento deve dar a possibilidade aos clientes da Talkdesk “de resolver por si problemas comuns quando os agentes humanos não estão disponíveis ou para os libertar em períodos de maior tráfego, para que possam dar resposta a questões mais complexas”. A ideia do Agente Virtual, para já, é a de contribuir para a redução de custos “e para a otimização do envolvimento com os agentes humanos, melhorando, simultaneamente, a experiência do consumidor 24 horas por dia e a eficiência operacional do contact center“.

A empresa explica que tem vindo a tentar construir a sua reputação “enquanto força disruptiva do setor” apostando em inovação de ritmo elevado. “Só ao longo dos últimos 18 meses, fomos responsáveis por criar mais de 600 funcionalidades, tendo atingido o marco das 200 patentes submetidas em 100 dias”, é indicado em comunicado.

O programa “Talkdesk 20-in-20″ representará, assim, “avanços significativos para o setor de CX (experiência do consumidor) nas vertentes da colaboração, autoatendimento do cliente, personalização, transformação digital, envolvimento dos colaboradores e comunicação proativa”.

Além de irem ser anunciados de forma frequente novos produtos, tudo culminar na conferência Opentalk 2020, evento organizado pela Talkdesk dedicado à experiência do consumidor, que decorrerá nos dias 22 e 23 de abril em São Francisco, onde a empresa tem a sua sede.

Anualmente, a Opentalk reúne dezenas de oradores e milhares de participantes para uma conferência focada na indústria do atendimento ao cliente, na qual líderes e especialistas partilham os seus pontos de vista. Com dois dias de sessões direcionadas para profissionais ligados às áreas de CX e das tecnologias de informação e para a comunidade de utilizadores da Talkdesk, a Opentalk 2020 “é a conferência indicada para aprender as melhores práticas e ficar a par das tendências do setor”, é referido no comunicado.

“O mercado precisa desesperadamente de uma alternativa às soluções fragmentadas disponíveis atualmente no âmbito da experiência do consumidor”, sublinha Charanya Kannan, responsável de produto da Talkdesk. “O programa «Talkdesk 20-in-20» vem dar um empurrão, introduzindo novos produtos que visam endereçar este dilema através de uma solução completa que estabelece um novo padrão para o setor dos contact centers”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Antonoaldo Neves, presidente executivo da TAP. Fotografia: Adelino Meireles/Global Imagens

TAP também vai avançar com pedido de layoff

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Talkdesk quer revolucionar indústria dos contact centers com um robô virtual