Espaço

Vídeo. 58 anos de lixo espacial à volta da Terra

Este vídeo foi criado pelo professor universitário Stuart Grey, da University College London e membro do Space Geodesy and Navigation Laboratory.

E mostra-nos o acumular de detritos desde 1957, quando o satélite russo Sputnik voou pela primeira vez, até aos dias de hoje. Existem cerca de 20.000 fragmentos flutuando à nossa volta.

Se já viu o filme Gravidade, reconhece o perigo que representam estes objetos soltos no espaço, devido à enorme velocidade a que se deslocam. Calcula-se que esses detritos atinjam velocidades de várias dezenas de milhares de quilómetros por hora. Veja o vídeo de um minuto.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: MÁRIO CRUZ/LUSA

Governo formaliza aumento de 55 euros para assistentes operacionais

imobiliario

Taxa de juro no crédito à habitação volta a subir em janeiro

O presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio, durante o terceiro e último dia do 37.º Congresso Nacional do PSD a decorrer no Centro de Congressos de Lisboa, em Lisboa, 18 de fevereiro de 2018. MÁRIO CRUZ/LUSA

Rio acusa Governo de ser “incapaz” de ter o futuro como prioridade nacional

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Vídeo. 58 anos de lixo espacial à volta da Terra