Espaço

Vídeo. 58 anos de lixo espacial à volta da Terra

Este vídeo foi criado pelo professor universitário Stuart Grey, da University College London e membro do Space Geodesy and Navigation Laboratory.

E mostra-nos o acumular de detritos desde 1957, quando o satélite russo Sputnik voou pela primeira vez, até aos dias de hoje. Existem cerca de 20.000 fragmentos flutuando à nossa volta.

Se já viu o filme Gravidade, reconhece o perigo que representam estes objetos soltos no espaço, devido à enorme velocidade a que se deslocam. Calcula-se que esses detritos atinjam velocidades de várias dezenas de milhares de quilómetros por hora. Veja o vídeo de um minuto.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Venda de andares

2018 vai trazer novo recorde: serão vendidas 170 mil casas

Fotografia: Orlando Almeida / Global Imagens

Câmaras passam a poder determinar encerramento de alojamento local

Jorge Jordão, presidente da CSP. D.R.

Dívida “esmagadora” limita confiança das empresas

Outros conteúdos GMG
Vídeo. 58 anos de lixo espacial à volta da Terra