Vinho português no restaurante de Gordon Ramsay em Londres

Gordon Ramsay - Vinho Português
Brexit: O novo pesadelo de Gordon Ramsay fê-lo contratar uma equipa para negociar a importação de alimentos, com a descida da libra face ao dólar e ao euro.

O <a href="https://www.gordonramsayrestaurants.com/restaurant-gordon-ramsay/" target="_blank">Gordon Ramsay Restaurant</a>, em Londres, incluiu um vinho do Dão na sua selecionada carta de vinhos. Produzido pela empresa Magnum - Carlos Lucas Vinhos, o vinho é o Ribeiro Santo Branco 2014.

O restaurante do conceituado chef Gordon Ramsay, em Londres, incluiu um vinho português, concretamente do Dão, na sua selecionada carta de vinhos. Produzido pela empresa Magnum – Carlos Lucas Vinhos, o vinho é o Ribeiro Santo Branco 2014.

Galardoado, em 2001, com três estrelas Michelin, que mantém até hoje, o restaurante do conceituado chef tem capacidade para 45 pessoas, servidas pelo sommelier Jan Koletzki, que tem agora ao seu dipôr um dos vinhos portugueses que se produz na região do Dão, refere a Revista de Vinhos.

A empresa Magnum – Carlos Lucas Vinhos foi criada por três pessoas ligadas, desde cedo, ao mundo do vinho. Carlos Lucas e Carlos Rodrigues, que fazem vinhos em conjunto desde 1996. Já Lúcia Freitas juntou-se ao grupo em 2005, segundo é relatado no site da empresa.

A equipa integrou depois a Dão Sul, uma das maiores empresas de vinhos de Portugal, onde eram a equipa de enologia liderada por Carlos Lucas. Ali foram responsáveis por elaborar vinhos de onde se destacam marcas como Quinta das Tecedeiras, Quinta do Encontro, Quinta de Cabriz e Casa de Santar.

Foram 20 anos de conquistas, criação e inovação. Mas, em 2011, decidiram abraçar um novo projeto. Pegaram na Quinta do Ribeiro Santo, propriedade de Carlos Lucas, situada na região do Dão e nos vinhos Baton, de Lúcia Freitas, do Douro, e lançaram as bases da Magnum – Carlos Lucas Vinhos.

Juntaram ainda ao portefólio uma Quinta no Alentejo, em Mora. Com a construção de uma nova adega no Dão e uma excelente aceitação dos vinhos no mercado nacional e internacional, bem como pela imprensa, conquistaram, em 2014, a distinção máxima da agricultura: o prémio de agricultor do ano, atribuído pelo Ministério da Agricultura de Portugal.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Alberto Souto de Miranda
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Governo. “Participar no capital” dos CTT é via “em aberto”

Congresso APDC

“Temos um responsável da regulação que não regula”

Congresso APDC

Governo. Banda larga deve fazer parte do serviço universal

Outros conteúdos GMG
Vinho português no restaurante de Gordon Ramsay em Londres