E3

Youtuber português RicFazeres na E3: “Estamos a chegar ao final de uma geração”

A Sony voltou a apostar em "Spider-Man" como grande destaque da sua presença na E3 2018, em Los Angeles/Ana Rita Guerra
A Sony voltou a apostar em "Spider-Man" como grande destaque da sua presença na E3 2018, em Los Angeles/Ana Rita Guerra

Falámos em Los Angeles com o dono de um canal de YouTube dedicado aos videojogos com quase 600 mil seguidores

Um dos Youtubers portugueses mais populares no panorama de jogos, Ricardo Fazeres esteve pela primeira vez na Electronic Entertainment Expo (E3), em Los Angeles, onde assistiu a várias conferências dos grandes nomes da indústria. Foi uma estreia num momento interessante do mercado, como contou ao Dinheiro Vivo o Youtuber, cujo canal “RicFazeres” é seguido por 585 mil fãs.

“As três conferências a que assisti aqui levam-me a crer que estamos a chegar ao final de uma geração”, afirmou RicFazeres, referindo-se às apresentações da Electronic Arts, da Xbox e da PlayStation. “A EA, que tem sempre um ou dois títulos de peso novos para mostrar, não mostrou nada de novo”, explicou o Youtuber. “Mostrou o novo FIFA, que todos os anos sabemos que há, mostrou um NFL, NBA, não um título de peso novo.”

No caso da PlayStation, que optou por um formato de conferência diferente, foram mostrados apenas dez jogos – a maioria dos quais já antecipados. Em termos de Xbox, que teve a mais prolífica de todas as conferências, houve muitos títulos mas não grandes novos IP. “Isso leva-me a acreditar que estamos a chegar ao final de uma geração e numa próxima E3 pensar numa nova geração de consolas”, refere o Youtuber, que segue a indústria há vários anos.

A Microsoft confirmou, de facto, que está a trabalhar na próxima Xbox, mas da Sony não houve qualquer palavra. RicFazeres não acredita, como se vai dizendo por aí, que o streaming de jogos possa ameaçar a hegemonia das consolas. “O grande problema é que uma consola consegue acompanhar uma geração de jogos que vão saindo com uma qualidade que nos satisfaz plenamente. Um PC tem de fazer upgrades”, refletiu.

“É possível que o fim das consolas aconteça, mas não acredito que seja só por streaming através de PC”, diz. “O jogador gosta muito de jogar consola, é uma forma de entretenimento muito mais cómoda.”

Em termos dos jogos mostrados. “The Last of Us Part II” foi o que mais interessou RicFazeres na conferência da PlayStation, aguardando-se agora uma data de lançamento do título. O Youtuber destacou também “Death Stranding”, um original de Hideo Kojima que ainda não tem data de chegada nem uma narrativa clara. E referiu que a PlayStation poderá estar a guardar-se para o seu evento próprio, PlayStation Experience, marcado para o final do ano.

No caso da Microsoft, o mais interessante foi “o regresso do Master Chief com um novo Halo, ninguém estava à espera.”

A viagem, a convite da Electronic Arts, permitiu-lhe interagir de uma forma diferente com os fãs da indústria que todos os anos acompanham a E3 em Los Angeles. “Foi muito bom poder sentir, cheirar e emocionar no momento em que os jogos estão a ser lançados ao vivo”, afirmou. RicFazeres segue agora para a Rússia, onde vai assistir ao pontapé de saída de Portugal no Mundial de Futebol 2018.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

O ministro das Finanças, Mário Centeno (C), acompanhado pelos secretários de Estado, da Administração e do Emprego Público, Maria de Fátima Fonseca (E), dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes (2-E), do Orçamento, João Leão (2-D), e do Tesouro, Álvaro Novo (D), fala durante conferência de imprensa sobre a proposta do Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), realizada no Salão Nobre do Ministério das Finanças, em Lisboa, 16 de outubro de 2018. Na proposta de OE2019, o Governo estima um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,2% no próximo ano, uma taxa de desemprego de 6,3% e uma redução da dívida pública para 118,5% do PIB. No documento, o executivo mantém a estimativa de défice orçamental de 0,2% do PIB no próximo ano e de 0,7% do PIB este ano. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Conheça as principais medidas do Orçamento do Estado para 2019

O ministro das Finanças, Mário Centeno (C), acompanhado pelos secretários de Estado, dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes (E), do Orçamento, João Leão (2-D), e o Adjunto e das Finanças, Ricardo Mourinho Félix (D), fala durante conferência de imprensa sobre a proposta do Orçamento do Estado para 2019 (OE2019), realizada no Salão Nobre do Ministério das Finanças, em Lisboa, 16 de outubro de 2018. Na proposta de OE2019, o Governo estima um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,2% no próximo ano, uma taxa de desemprego de 6,3% e uma redução da dívida pública para 118,5% do PIB. No documento, o executivo mantém a estimativa de défice orçamental de 0,2% do PIB no próximo ano e de 0,7% do PIB este ano. RODRIGO ANTUNES/LUSA

Dos partidos aos sindicatos, passando pelo PR, as reações ao OE 2019

Outros conteúdos GMG
Youtuber português RicFazeres na E3: “Estamos a chegar ao final de uma geração”