Escolhe a tua carreira

Profissões de que nunca ouviste falar: patologista forense

FOTO: Ana Pereira / Global Imagens
FOTO: Ana Pereira / Global Imagens

Se ficas fascinado com a série "Ossos", não te impressiona lidar com cadáveres e gostas de ciências, não será esta a profissão ideal para ti?

Sabendo que se pede aos estudantes quando são ainda muito jovens – sobretudo no 9º e 12º ano – para fazerem opções que ditam o seu futuro profissional, a plataforma Design the Future, com o apoio do Santander Universidades, decidiu ajudar. Todas as semanas, ao longo dos próximos meses, dará a conhecer profissões diferentes, que não nos ocorrem de imediato, mas que podem ser mesmo a resposta à tua vocação. Desta vez, dá-te a descobrir o que faz um patologista forense.

Se vires o vídeo e consultares a respetiva página da plataforma, vais perceber que ao patologista forense cabe a missão de “descobrir a causa e o tipo de morte” de uma pessoa, sobretudo em caso de “homicídio, suicídios, acidentes, mortes suspeitas, súbitas ou inesperadas”. Isto é, cabe ao patologista forense ajudar os corpos de polícia nas suas investigações.

Para seguir esta carreira é preciso ter gosto pela medicina e pela investigação, além de se dar “atenção ao detalhe” e ter grande “capacidade de estudo e de trabalho”, uma vez que tem de se “estar permanentemente atualizado e a par das novidades no campo da medicina e da investigação forense.

Na página da plataforma Design the Future relativa a esta atividade vais descobrir, além do mais, o perfil ideal que têm de ter este tipo de profissionais e ver onde te podes formar para fazeres desta atividade a tua carreira.

A carregar player...

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
7º aniversário do Dinheiro Vivo: Conferência - Sucesso Made in Portugal. 
Pedro Siza Vieira, Ministro da Economia
(Diana Quintela/ Global Imagens)

Made from Portugal: desafio para os próximos 7 anos

Lisboa, 11/12/2018 - 7º aniversário do Dinheiro Vivo : Conferência - Sucesso Made in Portugal, esta manhã a decorrer no Centro Cultural de Belém.
Rosália Amorim, Directora do Dinheiro Vivo; Antonoaldo Neves, CEO da TAP; João Carreira, Co-fundador e Chairman da Critical Software; Paulo Pereira da Silva, CEO da Renova; João Miranda, CEO da Frulact; Rafic Daud, Co-fundador e CEO da Undandy; Helder Dias, VP of Engeneering da Farfetch 
(Diana Quintela/ Global Imagens)

Um unicórnio na China, papel higiénico sexy e patê de algas

Dinheiro Vivo | Altran | ISQ

A luta pelo talento, frangos felizes e alfaces em Marte

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Profissões de que nunca ouviste falar: patologista forense