Candidaturas abertas

Bolsas de mestrado em Pequim para formar líderes globais

O Schwarzman College faz parte da Universidade de Tsinghua e está inserido no seu campus, em Pequim. FOTO: U. Tsinghua
O Schwarzman College faz parte da Universidade de Tsinghua e está inserido no seu campus, em Pequim. FOTO: U. Tsinghua

Candidatos selecionados para entrevista são anunciados em outubro. As bolsas Schwarzman são integrais: todos os custos são cobertos, mesmo as viagens

Já estão a decorrer e terminam no próximo dia 27 de julho, as inscrições para o programa Schwarzman Scholars, que oferece bolsas de estudo para cursos de mestrado na Universidade de Tsinghua, em Pequim. Propondo uma formação em “Assuntos Globais” [Global Affairs], todos os anos este programa seleciona perto de 150 académicos (scholars) de todo o mundo e de todas as áreas do conhecimento para residirem, estudarem e pesquisarem durante um ano no Schwarzman College. Trata-se de uma iniciativa a que está associada a rede Santander X, o maior ecossistema de empreendedorismo universitário do mundo, de que Portugal é membro fundador, nomeadamente através das universidades do Porto e de Coimbra e dos institutos Superior Técnico de Lisboa e Politécnico de Setúbal.

Habilitados a participar no programa estão todos os jovens entre os 18 e 28 anos, que tenham concluído a graduação até agosto de 2019 (início das aulas em Pequim). E, independentemente da formação que tenham, os candidatos podem escolher entre três áreas de estudo: Políticas Públicas, Economia e Negócios, e Estudos Internacionais.

As candidaturas terão obrigatoriamente de ser feitas online na página do próprio Schwarzman College. Aí encontrarão também o elenco de todos os requisitos que os interessados terão de preencher, nomeadamente o comprovativo do domínio da língua inglesa – já que o curso é ministrado em inglês –, as cartas de recomendação e os trabalhos que terão de entregar a par do seu currículo completo.

Em outubro deste ano será divulgada a lista dos candidatos selecionados para a fase de entrevistas, que podem ocorrer numa de quatro cidades – Pequim, Londres, Nova Iorque ou Banguecoque –, sendo que os respetivos custos da viagem e estada são assegurados pelo programa Schwarzman.

O Schwarzman Scholars é um programa que oferece bolsas integrais, o que significa que cobrem não apenas os custos do mestrado, mas também as passagens áreas para a China, o alojamento – no campus universitário de Tsinghua –, alimentação, seguro de saúde, um computador e uma quantia mensal para gastos pessoais.

O corpo docente do programa inclui professores da Tsinghua e de outras universidades de renome global, como Harvard, Yale, Oxford, Stanford, entre outras. O programa compreende, ainda, etapas de estágio profissional em instituições públicas e privadas em Pequim

Localizada em Pequim, Tsinghua é considerada a melhor universidade dos países emergentes – os chamados BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China). E programa Schwarzman Scholars incluiu não apenas professores da Tsinghua, como de outras universidades de prestígio, como Harvard, Yale, Oxford ou Stanford.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
7º aniversário do Dinheiro Vivo: Conferência - Sucesso Made in Portugal. 
Pedro Siza Vieira, Ministro da Economia
(Diana Quintela/ Global Imagens)

Made from Portugal: desafio para os próximos 7 anos

Lisboa, 11/12/2018 - 7º aniversário do Dinheiro Vivo : Conferência - Sucesso Made in Portugal, esta manhã a decorrer no Centro Cultural de Belém.
Rosália Amorim, Directora do Dinheiro Vivo; Antonoaldo Neves, CEO da TAP; João Carreira, Co-fundador e Chairman da Critical Software; Paulo Pereira da Silva, CEO da Renova; João Miranda, CEO da Frulact; Rafic Daud, Co-fundador e CEO da Undandy; Helder Dias, VP of Engeneering da Farfetch 
(Diana Quintela/ Global Imagens)

Um unicórnio na China, papel higiénico sexy e patê de algas

Dinheiro Vivo | Altran | ISQ

A luta pelo talento, frangos felizes e alfaces em Marte

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Bolsas de mestrado em Pequim para formar líderes globais