Escolhe a tua carreira

Profissão de que nunca ouviste falar: oito meses e dezenas de sugestões

Treinador caes - Logo

Depois de meses a sugerir profissões diferentes, esta rubrica dá-te a conhecer a de treinador de animais, carreira que pode responder à tua vocação

Chegado o final do ano, chega também ao fim a rubrica “Escolhe a tua carreira”, com a publicação de mais uma profissão que não lembra a ninguém: a de astrónomo e treinador de animais. Ao longo dos últimos oito meses, fruto de uma parceria entre o Santander Universidades, a plataforma vocacional Design the Future e o semanário Dinheiro Vivo, todas as semanas se publicaram pequenas notícias e um vídeo acerca de uma “profissão de que nunca ouviste falar” ou de uma “profissão que nunca te ocorreu seguir”.

O objetivo foi auxiliar os estudantes, sobretudo do 9º e 12º ano, que são obrigados a tomar opções que vão ditar o seu futuro profissional e pessoal. Por isso, das profissões mais comuns, àquelas que estão ligadas às forças militares e de polícia, e passando por outras mais “fora da caixa” – como as de astrobiólogo, perfusionista, sound designer de cinema, shaper ou designer de chapéus –, foram muitas as sugestões que passaram pelas “páginas” online do Dinheiro Vivo.

Assim se demonstrou aos jovens que os horizontes profissionais são bem mais vastos do que as tradicionais carreiras e cursos mais maciçamente seguidos, cujo mercado de trabalho está muitas vezes saturado. No fundo, levá-los a explorar e a procurar a atividade que realmente lhes poderá trazer realização profissional e emprego.

Para inspirar os mais indecisos ou perdidos no que toca ao seu futuro profissional, além das mais de 200 profissões disponíveis, a plataforma Design the Future permite ainda fazer uma exploração vocacional, analisar cursos e instituições de ensino e planear a carreira, consultando as opções formativas que se apresentam para quem chegou ao 9º ou a 12º ano de escolaridade.

E tem também uma área de Orientação Vocacional, com rubricas dirigidas aos jovens e às próprias famílias, que inclui temas como o papel dos pais na construção de carreira dos seus filhos, as competências-chave para a vida escolar e profissional , dicas para ajudar a escolher o futuro.

Apesar de serem os estudantes do secundário, com as escolhas de área que têm de fazer, que saltam logo à memória, a ajuda da plataforma destina-se também àqueles que, estando insatisfeitos com as suas opções, querem mudar de curso ou até da profissão que já exercem. Para esses há conselhos sobre como mudar de carreira em qualquer fase da vida ou sobre a importância do autoconhecimento no desenvolvimento vocacional.

Sabes o que faz um treinador de animais?

Dito isto, a profissão que a plataforma Design the Future sugere agora é a de treinador de animais. Se vires o vídeo e consultares a respetiva página da plataforma, vais perceber que a função deste profissional é treinar os animais, essencialmente cães e gatos, para diversas situações, de forma a atingir o controle do seu comportamento, modificá-lo quando necessário e, por fim, torná-lo obediente. O tipo de treino aplicado depende dos objetivos do dono do animal, que vão desde o treino básico até a adaptação, no caso dos canídeos, para cães-guia ou policiais, terapias assistidas, etc.

Em resumo, a sua principal função é o treino, educação, reeducação, e resolução de problemas comportamentais dos animais, ajudando os respetivos donos nas diversas tarefas, que podem ir desde a socialização dos cães, até questões relacionadas com problemas comportamentais, como a agressividade.

Além disso, verás que para se ser treinador de animais o mais importante é gostar deles, compreender o seu comportamento e tratá-los bem. Depois é preciso ser responsável, ágil e paciente, visto que o resultado nem sempre se concretiza de imediato, e ter capacidade de observação, dinamismo e método, já que esta profissão requer habilidade, técnica e disciplina. Por fim, para se trabalhar como treinador de animais é preciso ter conhecimentos (base teórica e prática) sobre as espécies visadas pelo treino, conhecer as diferentes raças, e não ter medo dos animais.

Na página da plataforma Design the Future relativa a esta atividade vais descobrir, além do mais, o perfil ideal que têm de ter este tipo de profissionais e ver onde te podes formar para fazeres desta atividade a tua carreira.

A carregar player...
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
IMG_0868-min

Agricultura bate recordes no Alentejo. “Mais houvesse, mais se vendia”

Isaltino Morais, presidente da Câmara de Oeiras
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Isaltino Morais “Nos próximos anos, Oeiras vai precisar de 12 500 engenheiros”

Aeroporto do Montijo 2

Portela+? Aquilo que separa os partidos, o Montijo não consegue unir

Outros conteúdos GMG
Profissão de que nunca ouviste falar: oito meses e dezenas de sugestões