Investigação

Projetos do Nova Economics Club apresentados esta 2ª feira

No evento, já depois da votação dos projetos vencedores, (da esq. para a dta.) Ana Martins, Alexandre Mergulhão, Ana Gouveia, Pedro Pereira, João Cortes, Francisco Santos, Joana Vicente, Rui Constantino e Victor Mendes, nas instalações do Santander Money Club. FOTO: D.R./Santander
No evento, já depois da votação dos projetos vencedores, (da esq. para a dta.) Ana Martins, Alexandre Mergulhão, Ana Gouveia, Pedro Pereira, João Cortes, Francisco Santos, Joana Vicente, Rui Constantino e Victor Mendes, nas instalações do Santander Money Club. FOTO: D.R./Santander

Os investigadores e participantes tiveram oportunidade de fazer networking com alguns dos mais eminentes economistas do país

Foram apresentados esta semana os projetos de investigação do Nova Economics Club (NEC), um grupo organizado em 2012 por alunos de mestrado em Economia Nova SBE. O evento de conclusão desta iniciativa, em que foi anunciado o projeto vencedor, decorreu esta segunda-feira, 17 de junho, nas instalações do Santander Money Club, no campus da Nova SBE, em Carcavelos, e contou com a presença de eminentes figuras da instituições económicas do país, nomeadamente o economista-chefe do Banco Santander, Rui Constantino. Vitorioso, este ano, saiu o projeto apresentado por Francisco Santos e Pedro Pereira, também organizadores do evento.

“Impact of the Qualifications in the Economy” [“Impacto das Qualificações na Economia”] é o tema do projeto que maior votação recebeu por parte do comité de especialistas convidados presente no evento do Nova Economics Club (NEC), de 17 de junho. Aos investigadores responsáveis, Francisco Santos e Pedro Pereira, foi atribuído o prémio de 50 euros cada, livros do NEC e a oportunidade de estagiar com o economista-chefe do Santander com uma bolsa de 220 euros por mês, suportada pelo Banco Santander.

O NEC é um grupo organizado de alunos de Economia da Nova SBE, formado em 2012 por mestrandos em Economia, no seguimento da crise das dívidas soberanas de 2011, “com a intenção de contribuir para a evolução da sociedade através do desenvolvimento de investigação económica e estímulo de reflexão e discussão de questões socioeconómicas chave”.

A cerimónia de apresentação dos projetos de investigação do NEC é um evento pioneiro, idealizado, planeado e concebido por um grupo de alunos deste clube, e liderado pelo presidente João Cortes – em conjunto com Gonçalo Mendes, Francisco Santos, Pedro Pereira e Diogo Conceição –, com o intuito de divulgar e premiar as ideias e o trabalho dos seus membros. Os jovens elementos do clube, têm-se dedicado à investigação de temas-chave que carecem de resolução na sociedade atual, nomeadamente o Impacto das Qualificações na Economia. a Modernização da Administração Pública, a Criação de Condições de Investimento na Economia (Framework Conditions), entre outros.

O economista-chefe do Banco Santander, Rui Constantino, esteve presente na cerimónia e foi um dos elementos do comité que elegeu o vencedor. FOTO: D.R. / Santander

O economista-chefe do Banco Santander, Rui Constantino, esteve presente na cerimónia e foi um dos elementos do comité que elegeu o vencedor. FOTO: D.R. / Santander

Este ano, na cerimónia final, os projetos apresentados foram votados por um comité de convidados especiais, constituído pelo próprio economista-chefe do Santander, Rui Constantino, Joana Vicente, diretora-executiva do Instituto de Políticas Públicas, Victor Mendes, diretor do Gabinete de Estudos da CMVM, Ana Gouveia, professora e economista do Banco de Portugal, e Alexandre Mergulhão e Ana Rita Martins, economistas do GPEARI – Ministério das Finanças e GEE – Ministério da Economia (ambas as entidades parceiras da maioria destes mesmos projetos).

Além de outras oportunidades de estágio fornecidas pelas restantes entidades presentes a outros trabalhos aplaudidos na cerimónia, e da possibilidade de realizar contactos entre os participantes – como foi citado pelo presidente na cerimónia de abertura -, a principal intenção do evento foi “continuar e honrar a faísca uma vez criada pelo primeiro grupo de membros do NEC e gerar ideias através de um ambiente intelectualmente estimulante (…) contribuindo para a criação, partilha e enaltecimento de ideias capazes de prosperar e estimular a investigação em direção a um melhor futuro coletivo. (…)”.

Os relatórios dos trabalhos apresentados poderão ser consultados na íntegra aqui.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O sismo da Terceira de 1980
(Arquivo DN)

Risco de sismo é real. Seguradores querem fundo prioritário no próximo governo

O sismo da Terceira de 1980
(Arquivo DN)

Risco de sismo é real. Seguradores querem fundo prioritário no próximo governo

João Galamba, Secretário de Estado da Energia 
(PAULO SPRANGER/Global Imagens)

João Galamba: “Há diferença entre encontrar rendas excessivas e cortá-las”

Outros conteúdos GMG
Projetos do Nova Economics Club apresentados esta 2ª feira