Inovação

Quarta maratona de programação do IST é já a 11-13 de outubro

O BreakingDev dá 48 horas para os estudantes criarem um programa novo. FOTO: D.R. / BreakingDev
O BreakingDev dá 48 horas para os estudantes criarem um programa novo. FOTO: D.R. / BreakingDev

O BreakingDev tem inscrições abertas até dia 9 de outubro e custam 10 euros, mas há descontos para quem os pedir

Já vai na sua 4.ª edição e é uma hackathon, ou maratona de programação e inovação, para jovens universitários. O BreakingDev vai decorrer no fim de semana de 11-13 de outubro, no Campus do Tagus Park do Instituto Superior Técnico (IST) e as inscrições estão abertas online até à quarta-feira imediatamente anterior.

No BreakingDev os estudantes são convidados a criar, em 48 horas, uma aplicação web – que até “pode salvar o mundo”, diz a organização – ou um jogo, daqueles que “sempre sonharam criar”. São estas as categorias principais – web e jogos – que compõem o hackathon há quatro anos criado e organizado pelo Núcleo de Estudantes de Engenharia de Telecomunicações e Informática do Instituto Superior Técnico (NEETI-IST), com o apoio do Santander Universidades.

Depois há ainda desafios paralelos, como o prémio A+ Challenge by Santander, que distinguirá o projeto com maior valor para a comunidade, e mais três, assegurados por outros patrocinadores, para premiar a ideia mais inovadora, o projeto que maior atenção der ao design e aquele que tiver maior relevância para o mercado de trabalho. Em jogo estão prémios no valor total de 1.500 euros.

Para participarem, os interessados terão de formar uma equipa de dois a quatro elementos e desenvolver uma ideia nova. Mas não é necessário ter já equipa formada: a organização do BreakingDev trata disso para os mais ousados que se inscreveram sozinhos. De resto, tudo o mais é assegurado pela organização, como aconteceu nas outras edições do BreakingDev, cujo feedback foi bastante positivo, dizem os organizadores.

“Os alunos gostam do ambiente, que é extremamente descontraído e em que a única preocupação que têm é desenvolver os projetos, porque nós proporcionamos tudo o resto”, sublinha Daniela Tinoco, estudante de 23 anos, a fazer o mestrado em Engenharia de Telecomunicações e Informática, que é membro da organização do BreakingDev desde o início.

De facto, não apenas as refeições e os pequenos snacks ao longo do fim de semana são assegurados pela organização, como o transporte de e para o Tagus Park, no primeiro e último dia, a partir de um ponto no centro de Lisboa.

Até quem quiser passar a noite no Campus do Tagus Park do IST pode. “Terá é de levar saco cama ou tenda, se preferir, porque a organização deixa à disposição dos participantes uma sala de grandes dimensões especialmente preparada para isso”, refere Daniela Tinoco.

As inscrições estão abertas online até 9 de outubro e custam agora (que o evento já está tão perto) 10 euros. “Mas podem pedir-nos por e-mail ou no Instagram, que nós fazemos promoções”, avançou Daniela Tinoco.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
marcelo

Marcelo avisa que Portugal tem de construir um “país diferente”

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

UGT insiste em mais 35 euros de salário mínimo e exige redução de IRS

(João Manuel Ribeiro/Global Imagens)

BCP chega a acordo com sindicatos e atualiza todos os salários com retroativos

Quarta maratona de programação do IST é já a 11-13 de outubro