Alterações climáticas

Clima e Cidades do Futuro em conferência na Nova de Lisboa

A subida do nível do mar, devido ao aquecimento global, ameaça engolir as comunidades costeiras, razão porque deve ser repensada a forma como está a ser feita a urbanização. FOTO: Pedro Rocha / Global Imagens
A subida do nível do mar, devido ao aquecimento global, ameaça engolir as comunidades costeiras, razão porque deve ser repensada a forma como está a ser feita a urbanização. FOTO: Pedro Rocha / Global Imagens

Organizada no âmbito da Cátedra Santander, a palestra decorre na 3ª feira, às 18h00, é de entrada livre, e debate o impacto da subida do nível do mar

A Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade (FCSH) Nova de Lisboa será, no dia 5 de novembro, anfitriã de uma conferência que visa discutir o impacto das alterações climáticas na urbanização. Tendo por orador o professor e investigador Karl Bruckmeier, a iniciativa é de entrada livre e decorrerá às 18.00 no Auditório 1 da Torre B desta faculdade, na Avenida de Berna, em Lisboa.

Organizada pelos departamentos de Geografia e Sociologia da U.Nova, no âmbito da Cátedra Santander, o tema a debater é, precisamente, as “Cidades do Futuro – Urbanização sob a Influência das Alterações Climáticas e Subida do Nível do Mar”.

O assunto assume a maior relevância devido à concentração dos centros urbanos em zonas ribeirinhas e costeiras. Ainda esta terça-feira, 29 de outubro, um estudo publicado na revista científica Nature Commmunications estimava que, a partir de 2050, a subida do nível do mar iria atingir cerca de 250 milhões de pessoas – o quádruplo das estimativas anteriores – e que países como Portugal, com a sua vasta orla costeira, serão especialmente afetados.

Karl Bruckmeier foi o professor convidado para liderar a Cátedra Santander de Ciências Sociais e Humanas 2018/2019 da U.Nova.

Karl Bruckmeier foi o professor convidado para liderar a Cátedra Santander de Ciências Sociais e Humanas 2018/2019 da U.Nova.

O professor Karl Bruckmeier foi o convidado para assumir a Cátedra Santander de Ciências Sociais e Humanas 2018/2019 – por proposta dos Departamentos de Geologia e Sociologia – da U.Nova, que existe desde 2015 precisamente com o objetivo de ser “atribuída a uma individualidade com reconhecimento internacional” neste domínio académico. Durante um semestre ou um ano letivo, esse professor catedrático apoia a instituição – por meio da investigação de um assunto ou matéria determinados, conjuntamente com membros da U.Nova – no seu esforço de internacionalização e estabelecimento de parcerias com outras entidades.

Na FCSH, Bruckmeier desenvolveu um projeto intitulado “Interdisciplinary knowledge integration for natural resource management and sustainability governance”.

Karl Bruckmeier, natural da Alemanha, é Professor Emérito e lecionou na National Research University de Moscovo (Rússia) e na Universidade de Gotemburgo (Suécia), entre outras, lê-se na página da FCSH da Nova. “As suas áreas de trabalho são a Sociologia e a Ecologia Humana, e os seus principais interesses no ensino e na investigação passam pela sociologia ambiental, política ambiental, uso de recursos naturais na agricultura e pescas, gestão de zonas costeiras, desenvolvimento sustentável rural e urbano ou conflitos ambientais.”

“Entre 2013 e 2015, participou no projecto “RETHINK – Rethinking the links between farm modernization, rural development and resilience in a world of increasing demands and finite resources”, financiado pela Comissão Europeia, através da RURAGRI-ERA-NET.”

 

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Foto: Paulo Spranger (Global/Imagens)

Fisco deteta erro em 10.000 declarações de IRS e exige devolução de 3,5 milhões

Foto: Paulo Spranger (Global/Imagens)

Fisco deteta erro em 10.000 declarações de IRS e exige devolução de 3,5 milhões

João Cadete de Matos, presidente da Anacom

Fotografia: Vítor Gordo/D.R.

Anacom “considera essencial” redução de preços no acesso à Internet

Outros conteúdos GMG
Clima e Cidades do Futuro em conferência na Nova de Lisboa