Santander propõe

100 bolsas para fomentar a descoberta do setor financeiro

Os segredos do funcionamento do mundo das finanças podem ser revelados a estudantes de ciências e tecnologias graças a estas bolsas. FOTO:  Pixabay / Arquivo DN
Os segredos do funcionamento do mundo das finanças podem ser revelados a estudantes de ciências e tecnologias graças a estas bolsas. FOTO: Pixabay / Arquivo DN

Uma "revolução tecnológica nas finanças" é o que as bolsas agora lançadas pelo Santander Universidades propõem a jovens estudantes entre 20 e 28 anos

O prazo de inscrição já está em curso e termina à meia-noite do dia 23 de setembro, hora de Madrid, 23h00 de Lisboa. As Bolsas Santander Tech Revolution in Finance são 100 e pretendem levar os jovens a descobrir o potencial do setor financeiro face aos desafios da era digital. O curso, que será online e ministrado pela espanhola IE University, terá a duração de cinco semanas, com início agendado para outubro próximo.

O objetivo é dar aos jovens a oportunidade de tirarem “um curso que os ajude a descobrir o potencial do setor financeiro e lhes dê ferramentas básicas para compreenderem as forças motrizes e os desafios da inovação financeira no contexto da era digital”, explica o Banco Santander.

Para unir o setor da inovação e tecnologia ao das finanças, as Bolsas Tech Revolution in Finance foram concebidas para jovens cuja formação superior seja nas chamadas áreas STEM, sigla inglesa que designa Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática.

Os candidatos têm de ter entre 20 e 28 anos, ser finalistas ou semifinalistas nos respetivos cursos ou já licenciados, mas com apenas 3 anos de experiência profissional. Entre os critérios que serão avaliados, além das médias obtidas nos estudos e o domínio do inglês, estarão também os reduzidos rendimentos do candidato. As inscrições são feitas no portal de bolsas do banco, onde constam todas as informações relevantes.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Economia portuguesa afunda 16,3% entre abril e junho

Visitantes na Festa do Avante.

Avante!: PCP reduz lotação a um terço, só vão entrar até 33 mil pessoas por dia

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

Mais 235 infetados e duas mortes por covid-19 em Portugal. Números baixam

100 bolsas para fomentar a descoberta do setor financeiro