Pandemia

Santander Universidades cria medidas de combate à Covid-19

O projeto vencedor do novo prémio instituído  aplica novas tecnologias para monitorizar idosos isolados. Foto: Rui Manuel Fonseca / Arquivo Global Imagens
O projeto vencedor do novo prémio instituído aplica novas tecnologias para monitorizar idosos isolados. Foto: Rui Manuel Fonseca / Arquivo Global Imagens

De entre os vários projetos levados a cabo pela coordenação entre o banco e as universidades, destaca-se o Prémio Uni-Covid, que teve 340 candidaturas

Em tempo de pandemia, a par da atuação do governo, a sociedade civil e empresarial tem-se desdobrado na procura de soluções que ajudem a minorar a crise. O Banco Santander, com a sua área dedicada às Universidades, anda há três meses, a apoiar iniciativas das instituições de ensino e seus alunos que visem dar resposta à emergência da Covid-19. Uma destas iniciativas, foi o Prémio Uni.Covid-19, atribuído a 14 projetos diferentes, mas cujo grande vencedor é do Politécnico de Castelo Branco e visa Zelar@CB “pelos idosos isolados em espaços rurais”.

Os quatro jovens voluntários daquela instituição albicastrense, que arrecadaram o maior prémio Uni.Covid-19 do Santander Universidades – isto é, 5.000 euros, para investirem no projeto -, estão a desenvolver uma aplicação para monitorizar indicadores relacionados com as atividades diárias de idosos isolados. Sempre que haja uma alteração de hábitos (por exemplo, menor consumo de energia elétrica) ou caso seja detetada uma queda, graças à tecnologia da “Internet das coisas”, os voluntários entram em campo para prestar auxílio.

“O Prémio Santander Uni.Covid-19 recebeu 336 candidaturas ao longo de três etapas, tendo sido distinguidas 14 ideias ou iniciativas, promovidas por jovens universitários e restante comunidade académica, que contribuem para responder à situação de emergência relacionada com a COVID-19”, pode ler-se no comunicado do banco. Ao todo, revela esta instituição, foi atribuído um financiamento de 30.000 euros, distribuído por estes projetos.

Mas o Uni.Covid-19 foi apenas uma das iniciativas criadas pelo Santander Universidades nesta pandemia. “Desde o início de março, fizemos um programa de emergência para reforçar as capacidades destas instituições [do ensino superior] na resposta assistida a esta crise”, explicou Sofia Menezes Frère, a recém-empossada responsável pela área de Universidades do Santander Portugal.

Segundo a responsável, a aplicação dos fundos do banco nesta área foi repensada e redefinida, de modo a permitir uma resposta coordenada entre o Santander e as universidades. “Foi então que saíram as principais medidas. Umas de aquisição de material informático, para facilitar a comunicação entre a comunidade académica, por exemplo; as bolsas de emergência para os estudantes em situação económica mais difícil; projetos também de fabrico de equipamento de proteção e de diagnóstico, entre muitos”, enumerou Sofia Menezes Frère.

Agora, o que está na calha é o lançamento de um programa de bolsas, avança a responsável. “Um programa, que nós denominámos como Bolsas Santander Futuro, que serão cerca de 1.000 bolsas, que serão iniciadas, no próximo ano letivo – portanto, 2020/21 – para apoiar de forma mais consistente e ágil os alunos que tenham vindo a ser mais afetados pela crise.”

Sofia Menezes Frère acredita que as bolsas – quer a nível nacional, quer a nível internacional, sublinha – e os programas de empreendedorismo que o Santander Universidades tem vindo a desenvolver, bem como as plataformas digitais onde são divulgados, vão fazer a diferença “E esta é uma perspetiva de longo prazo, portanto, é apara apostar, para ajudar a sociedade, para ajudar o desenvolvimento das pessoas”, concluiu.

E a ajudar as pessoas e a sociedade estão já – ou estarão em breve – os 14 projetos recém-vencedores do Prémio Uni.Covid-19 do Santander Universidades, que tanto visam famílias inteiras, como idosos e sem abrigo, e que podem ir da doação de bens de primeiras necessidade, ao apoio psicológico e ao fornecimento de meios de proteção contra a pandemia. Veja abaixo uma resumida descrição dos 14 eleitos, a começar pelo grande vencedor, mas sem qualquer hierarquia específica.

Prémio Uni.Covid-19 – Os 14 projetos galardoados

ZELAR@CB – Zelar pelos idosos isolados em espaços rurais
Instituto Politécnico de Castelo Branco
Desenvolvimento de uma aplicação para monitorizar indicadores relacionados com as atividades diárias de idosos isolados, no sentido de alertar para alguma modificação de hábitos, por exemplo no consumo energético, bem como integração de detetores de quedas. O apoio será aplicado no desenvolvimento e integração dos sistemas IoT e realização de testes piloto com idosos residentes nas zonas rurais de baixa densidade populacional do distrito de Castelo Branco.

Street Store
Universidade de Coimbra

Organização de um evento de 2 dias, doação de bens e kits de proteção COVID19, sensibilização para as medidas de proteção e convívio entre alunos universitários e sem-abrigo.

Psic.ON – Plataforma Web de Suporte Psicológico Online
Universidade do Porto
Alargar a plataforma de Suporte Psicológico Online da Universidade do Porto (Psic.ON), concebida e preparada a partir do início do confinamento em Portugal e lançada no início de maio, destinada a proporcionar apoio psicológico gratuito à distância, prestado por profissionais qualificados.

StreetArt Against COVID19
Instituto Politécnico do Porto
Fotografar, mapear e disponibilizar numa plataforma online de acesso livre as manifestações de Street Art que surgiram espontaneamente ou por encomenda no distrito do Porto durante os meses de pandemia e lockdown, bem como as manifestações de street art alusivas ao COVID19 que estão a surgir no período de desconfinamento.

LARS – Linha de Apoio de Responsabilidade Social
Universidade Lusíada do Porto
Aconselhamento em gestão financeira para famílias que ficaram em situação de desemprego face ao Covid-19. A análise de cada caso, aconselhamento e encaminhamento para as entidades financeiras adequadas seria realizado por alunos de gestão em regime de voluntariado. O apoio financeiro destina-se à divulgação do projeto e a conseguir chegar ao maior número de pessoas possíveis.

Protagonismo da Mulher em tempos de COVID-19
Universidade de Évora
Organização de um espetáculo de sensibilização para as dificuldades das mulheres em tempos de Covid19. O espetáculo será baseado em testemunhos reais locais.

Com ânimo, sem pânico
Instituto Superior Técnico
Plataforma de matching digital entre alunos universitário voluntários e alunos de secundário que precisem de ajuda na preparação para os exames nacionais de entrada para a Universidade.

Menu 19
Universidade da Madeira e StartupMadeira
Oferecer aos pequenos proprietários de negócios do sector da restauração (primeiro, na Madeira, depois nacionalmente), uma plataforma tecnológica que lhes permita terem o seu menu online, que pode ser lido através de um código QR, para prevenir o contágio do covid19 nos restaurantes.

Support Local Businesses Through Design
IADE com Universidade de Milão
Encontrar novas soluções para apoiar a recuperação de pequenos negócios locais nas áreas do turismo, restauração, cultura, recreio/praias, apoio às famílias e crianças, durante e pós- COVID19, através da aplicação de metodologias e ferramentas de Strategic Design.

Janelas ConVIDA
Instituto Politécnico de Viana do Castelo
Acompanhar os idosos que estão em situação de isolamento consequente do covid19 na região do Alto Minho através de ações/atividades de acompanhamento, monitorização e apoio nas atividades de vida.

Alimentação saudável, sustentável e solidária (A 3S)
Growgreen food association
Colher produtos hortícolas excedentes através de voluntariado universitário, de modo a confecionar e distribuir sopa a famílias carenciadas através apoio de uma entidade de solidariedade social.

Apoio à família e doente em cuidados paliativos
Faculdade de Medicina da Universidade do Porto
Projeto-piloto de voluntariado de apoio na prestação de cuidados a idosos ou doentes paliativos, grupo de risco Covid19.

MinhoCovid19
Associação Académica da Universidade do Minho
Plataforma de doação e distribuição de materiais de proteção para diversas entidades (Ex: Lares de Idosos, Centros de Dia, Bombeiros). Projeto desenvolvido por estudantes universitários durante a crise de emergência Covid19, com doações realizadas.

Estudar sem Barreiras!
Associação Académica do Instituto Politécnico de Setúbal
Aquisição de hotspots e pagamento das respetivas mensalidades para os estudantes do Instituto Politécnico de Setúbal sem acesso à internet, para que nas suas casas consigam acompanhar, do modo que é exigido, as suas aulas e manter o seu sucesso académico como até então.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Economia portuguesa afunda 16,3% entre abril e junho

Visitantes na Festa do Avante.

Avante!: PCP reduz lotação a um terço, só vão entrar até 33 mil pessoas por dia

covid 19 portugal casos coronavirus DGS

Mais 235 infetados e duas mortes por covid-19 em Portugal. Números baixam

Santander Universidades cria medidas de combate à Covid-19