livros

Planear a reforma é só para velhos? Olhe que não

reforma_feliz_ilustração

Acha que é novo para pensar na reforma? Sim, responderão os da geração milénio. Porém, para os outros saiu o livro "Viva uma Reforma Feliz".

Da autoria de João Morais Barbosa e Luís Alvarenga, o livro editado pela Manuscrito explica, de uma forma pática, a estratégia para preparar a reforma que deve ser um processo: “um processo com um plano, com um método, com um objetivo e com execução diária”, dizem os autores.

É importante que o leitor conheça a sua situação financeira e analise se esta não choca com os objetivos pessoais que traçou”

Reforma feliz“O caminho não é fácil, os desafios sãos muitos, as tentações são maiores a cada dia que passa e a incerteza é pesadas: se é difícil viver no presente, é ainda mais difícil pensar num futuro (para muitos) longínquo”, acrescentam.

Basta ver a geração milénio. Os filhos da geração x, netos dos baby boomers ou todos aqueles que nasceram entre os anos 1980 e os 2000 e que hoje são (ou quase) jovens adultos, a lutar contra a dificuldade de arranjar emprego, duradouro e bem pago, e a tentar ter condições para constituir família, não pensam nisto. Como mostra este artigo realizado pelo Financial Times.

Mas Luís Alvarenga e João Morais Barbosa, especialistas em gestão de poupanças, propõem ajudar nesta tarefa. Para isso, dividiram o livro em três secções: Uma primeira em que falam na preparação, tentando responder a questões como “O que vai acontecer à segurança social? Quando se deve começar a poupar? Como organizar as poupanças?”, entre outras.

E neste âmbito, há que “recordar que as previsões acerca do valor da pensão atribuída pela Segurança Social nos próximos anos representam, provavelmente, 60% ou menos do valor do último salário auferido”.

Na segunda parte, são abordados os “‘segredos’ e ‘regras’ na definição da estratégia de investimento, tendo em conta o perfil de risco e as suas preferências.” E por último, uma parte dedicada aos “vários produtos financeiros destinados exclusivamente à reforma.

Mas antes um conselho prático: “É importante que o leitor conheça a sua situação financeira e analise se esta não choca com os objetivos pessoais que traçou.”

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(REUTERS/Kevin Coombs)

Acordo para o brexit com pouco impacto para Portugal

Manifestante contra o Brexit junto ao Parlamento britânico. (REUTERS/Hannah Mckay )

P&R. O que acontece com o acordo do Brexit?

Britain's Prime Minister Boris Johnson reacts as he gives a closing speech at the Conservative Party annual conference in Manchester, Britain, October 2, 2019.  REUTERS/Phil Noble - RC1B2A606800

Boris Johnson diz a deputados que é “urgente” aprovação de novo acordo

Outros conteúdos GMG
Planear a reforma é só para velhos? Olhe que não