formação

Caixa Económica Montepio Geral recruta para o novo programa de trainees

Novo programa de trainees irá recrutar de 35 a 50 estagiários
Novo programa de trainees irá recrutar de 35 a 50 estagiários

A Caixa Económica Montepio Geral está à procura de novos talentos e lança o seu primeiro programa de trainees.

É já esta sexta-feira que arrancam as candidaturas para o novo programa de estagiários da Caixa Económica Montepio Geral, avançou um representante do organismo ao Dinheiro Vivo. As vagas são transversais às funções de todo o banco e vão do marketing à informática, passando pelos recursos humanos, contabilidade, marketing e gestão.

O processo de recrutamento arranca esta sexta-feira e termina no dia 18 de junho. As candidaturas poderão ser feitas através do site dedicado ao programa. O processo de seleção decorre entre junho e julho e os estágios começam em setembro tendo a duração total de um ano. No final destes 12 meses, a Caixa Económica Montepio Geral avança que os estagiários terão a possibilidade de integrar a empresa. As vagas não se restringem à capital e estendem-se às ilhas, ao Viseu e ao Porto.

Os desafios são valorizados

Os estagiários serão alocados à área da sua especialização tendo, contudo, a oportunidade de vir a conhecer outras áreas de trabalho e projetos do banco. Esta iniciativa conhecida como Inovation time off permite ao estagiário dedicar uma tarde por semana a um projeto especial do banco, de forma a solucionar um determinado desafio. O objetivo final desta iniciativa é de dar a conhecer, aos trainees, a organização de uma forma mais transversal.

Serão recrutados de 35 a 50 estagiários sendo, todos eles, acompanhados por um tutor. Esta iniciativa faz parte do objetivo que o banco traçou para si próprio na esfera da modernização, transformação e inovação.

Os estagiários terão também a oportunidade de participar no Think Thank da agência Spark Agency, com o objetivo de desenvolver competências de trabalho e potenciar a transferência de valor humano entre os trainees e a empresa.

O recrutamento será exigente, com maior valorização no talento e nas soft skills em detrimento da qualificação e da média dos candidatos. O recrutamento dos recém-licenciados permite que ao banco dinamizar a sua estrutura e favorecer a renovação demográfica no espaço de trabalho.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Tiago Melo

Crédito chega às famílias mas nunca foi tão baixo para as empresas

Francisco de Lacerda, CEO dos CTT

Especuladores têm aposta de 35 milhões na queda das ações dos CTT

Foto: DR

Luta pelos cargos de topo do BCE aquece. Espanha favorita no primeiro round

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Caixa Económica Montepio Geral recruta para o novo programa de trainees