Gestão e RH

Como manter os millennials mais felizes

mimi-thian-737030-unsplash

Reter os millennials nas empresas pode ser um desafio. A Adecco dá-lhe dicas para os manter satisfeitos com o emprego.

“Já não há empregos para a vida” é uma expressão cada vez mais ouvida nos dias que correm. E, a verdade é que a lealdade dos millennials para com as empresas onde trabalham está a diminuir. O estudo Millennial Survey 2018, elaborado pela consultora Deloitte, revela que quase metade destes jovens (43%) tenciona deixar o seu local de trabalho daqui a dois anos. O valor sobe para 61% quando se trata da Geração Z (jovens nascidos entre o final da década de 1990 e 2010). E há mais. Apenas 28% dos millennials tenciona manter o mesmo emprego mais de cinco anos.

Segundo o estudo, estes jovens estão cada vez mais céticos em relação à motivação e à ética da empresa. Entre os millennials que consideram deixar o seu trabalho nos próximos dois anos, 62% considera a economia “gig”- economia caracterizada pelo trabalho flexível (freelancers, por exemplo) – como uma alternativa ao emprego a tempo inteiro.

Atualmente, manter os millennials nas empresas pode ser um verdadeiro desafio. Mantê-los satisfeitos, outro ainda maior.

Para tentar contornar esta situação, a Adecco, empresa de recursos humanos, elaborou uma lista de dicas para conseguir manter os millennials mais felizes no emprego e, quem sabe, retê-los durante mais tempo.

Comunicação

Comunique abertamente com os funcionários millennials, encorajando-os a partilhar as suas preocupações. Deve também trabalhar com especialistas para compreender o que esta geração deseja e ir ao encontro das suas expectativas.

Flexibilidade

O trabalho freelancer está a ganhar cada vez mais popularidade. Tente apresentar opções de trabalho flexíveis, criando oportunidades para posições temporárias, que forneçam um equilíbrio entre a vida pessoal e profissional destes jovens. Salários mais favoráveis aos seus estilos de vida e horários flexíveis são a receita ideal para manter estes jovens nas empresas.

Equipa

Trabalhe perto dos seus colaboradores com o objetivo de eliminar estereótipos e discriminação. Esta dica é essencial para criar uma força de trabalho diversificada e reter uma geração de colaboradores empáticos, produtivos e socialmente conscientes.

Reverse mentoring

Realce o benefício desta prática aos funcionários mais antigos. Segundo a Adecco, o reverse mentoring, ou seja, “aprender” com os mais novos, vai promover não só o trabalho de equipa e a eficiência mas também fazer que as pessoas compreendam melhor as necessidades de cada um e do próprio negócio.

Chatbot

O uso deste programa de computador que simula um ser humano numa conversação está em crescimento. Deve implementá-lo para garantir o envolvimento de toda a equipa. É uma ferramenta para lidar com as tarefas rapidamente.

“As mudanças significativas nos níveis de lealdade são uma oportunidade única para as empresas potenciarem a atração e retenção de talento”, explica Sérgio do Monte Lee, partner da Deloitte.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Dos blueprints  dos primeiros automóveis, ao topo dos carros elétricos atuais, de elon Musk, em homenagem, a Nikolas Tesla.
Ilustração: VITOR HIGGS

Automóvel. Em 20 anos do euro mudou tudo, menos a carga fiscal e o líder

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços.
(Jorge Amaral/Global Imagens)

Vieira Lopes: “Metas do governo são realistas mas é preciso investimento”

A EDP, liderada por António Mexia, vai pagar o maior cheque de dividendos da bolsa nacional.

PSI20. Menos lucros mas o mesmo prémio aos acionistas

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Como manter os millennials mais felizes