Como rentabilizar a hora de almoço em 14 passos

Sair do escritório é o primeiro passo
Sair do escritório é o primeiro passo

Muitos trabalhadores não usufruem da hora de almoço de forma correta, ou seja, para fazer uma pausa alongada de forma a ganhar energia para o resto do dia.

As refeições na secretária, ou uma pequena pausa para ir comer uma sopa e um croquete são frequentes em muitos locais de trabalho, mas os especialistas rejeitam por completo esta atitude de almoçar à pressa.

A Forbes aconselhou-se com vários especialistas em carreira e trabalho, e compilou uma lista de 14 passos que todos os trabalhadores deveriam fazer durante a hora de almoço. Michael Kerr, Michael Woodward, Lynn Taylor, Anita Attridge, Alexandra Levit e David Shindler dão os seus conselhos sobre como rentabilizar a hora de almoço para recobrar energias para enfrentar a segunda metade da jornada de trabalho.

Elabore um plano. O tempo é uma fonte não-renovável e a melhor forma de rentabilizá-lo é organizando-se. “Não desperdice a sua hora de almoço só porque é “tempo livre”, afirma Taylor.

Além de planear a hora de almoço, também deve organizar a sua agenda após a pausa. “Pensar em organizar e dar prioridade ao que deve fazer da parte da tarde pode maximizar a sua produtividade. Por exemplo, marcar uma reunião para depois de almoço pode vir a causar stress durante a pausa, apressando a refeição de forma a voltar ao escritório mais cedo para estar pronto para o encontro”, sugere Kerr.

Faça uma pausa durante o almoço. Durante este período pode aproveitar para afastar os seus pensamentos do trabalho mas recorde que almoçar à secretária não conta. “De forma a ter um período de introspeção precisa de afastar-se da sua secretária”, explica Levit.

Isto significa que não pode ler e-mails, levar documentos para ler ou falar sobre o trabalho durante este período. Afaste-se da sua secretária e local de trabalho. “Considero que ficar na secretária é algo completamente errado”, disse Kerr.

“Existem cada vez mais e mais relatórios sobre os perigos de permanecer muito tempo sentado, por isso só o acto de levantar-se para andar até outra sala para comer é importante. Melhor ainda, apanhar algum ar fresco em conjunto com um pequeno passeio pode fazer maravilhas ao corpo e ao espírito”.

Comer. Se é do género de ficar sem almoçar até às quatro da tarde porque quer terminar antes do final do dia um relatório para entregar na próxima semana, saiba que está a cair em erro, avisam os peritos. “Vai pagar por esta atitude mais tarde quanto não se conseguir concentrar e o seu corpo estiver desregulado. É claramente uma péssima estratégia, especialmente se ganhar uma dor de cabeça ou ficar com tonturas a meio do dia de trabalho”, explica Woodward.

Saboreie a comida. Aproveite a hora de almoço para saborear a comida. “Dê um presente a si próprio e aproveite para almoçar num sítio que aprecie”, afirma Woodward. “Se tem um restaurante ou um tipo de comida predilecta deve ir comer a este sítio pelo menos uma vez por semana. Só se vive uma vez”.

Dica – Tente aliar estas refeições a um tipo de comida saudável, portanto não abuse de refeições calóricas.

Faça o que não consegue fazer de manhã ou durante a tarde. Durante o almoço pode aproveitar para ir ao banco ou aos correios. “Seja estratégico e use a sua pausa para tratar de assuntos pessoais com os quais não consegue lidar antes ou depois do trabalho, ou durante o fim-de-semana”, aconselha Taylor.

Utilize o tempo para relacionar-se com alguém novo. Almoça todos os dias na copa com o mesmo grupo de colegas? Isto é completamente errado, dizem os especialistas. “As nossas interações no local de trabalho podem ser tão fugazes que nunca chegamos a conhecer as pessoas com quem passamos a maior parte dos dias”m diz Taylor. “Quando não conhecemos as pessoas com quem interagimos é fácil desumaniza-las e subestima-las. Tire algum tempo fora do escritório, almoce com vários colegas e fique a conhece-los melhor”, aconselha.

Reúna-se com velhos amigos. Assim como as aptidões profissionais precisam de ser constantemente renovadas também as amizades precisam de estímulos para perdurarem ao longo do tempo.

“Recorde-se que a vida pessoal precisa de tanto cuidado como a sua vida profissional”, afirma Bob Woodward. Aproveite a hora de almoço para combinar algo com um amigo que trabalhe perto de si e mantenha um contacto regular.

Dedique-se a atividades que vão permitir-lhe ganhar energia. Dê um passeio na rua, visite o ginásio ou aproveite para meditar. Saia do escritório e faça algo que lhe permitir encarar o resto do dia de forma mais positiva. “Um pouco de sol e ar fresco são o elixir perfeito para o abrandamento do corpo depois do almoço”, explica Woodward.

Networking. Mesmo que esteja feliz no seu emprego e não esteja a procura de um novo deve sempre manter a sua rede de contactos profissionais actualizada. “Isto é crítico para alcançar o sucesso em qualquer tipo de trabalho”, diz Woordward.

Esta opinião é partilhada por outro perito, Anna Attridge. “Estrategicamente, o almoço é uma hora excelente para continuar a fortalecer as relações e as redes com outros, quer seja através da marcação de um almoço quer seja através de um simples telefonema”.

Evite rotinas. O homem é um animal de hábitos. Almoçar todos os dias com as mesmas pessoas é um péssimo hábito, assim como ir almoçar ao mesmo restaurante constantemente. Use esta altura do dia para fazer coisas diferentes, tratar de assuntos pessoais ou almoçar com pessoas diferentes. Em suma, evite as rotinas.

Monte um sistema resolver a sua ausência. Isto vai permitir que as pessoas dentro e fora da empresa saibam quando vai regressar, como contacta-lo em caso de emergência, aconselha David Schindler autor do livro “Learning to Leap”. Desta forma pode relaxar durante a sua pausa e não estar preocupado com o seu email constantemente.”

Evite todos os ecrãs. Descanse os seus olhos, o que significa que nada de iPhones, iPads, Galaxys, entre outros durante uma hora. “Dê um descanso aos seus olhos”, aconselha Taylor. Trabalhar num escritório significa estar em frente a um ecrã o dia inteiro, tente evitar isso durante o almoço.

Se não conseguir afastar-se dos ecrãs, levante-se um pouco da secretária para que o seu corpo percecione que está a realizar uma pausa mais alongada, diz Levit.

Nem oito nem oitenta. Se tem uma hora de almoço deve usá-la em pleno. Mesmo que não tire os 60 minutos completos todos os dias, deve aproveitar este momento para sair do escritório, ir almoçar, exercitar o corpo e a mente, reunir-se com velhos amigos e tratar de assuntos pessoais.

Percepcione também qual é a cultura do escritório, se a regra é almoçar em menos tempo por exemplo, siga o exemplo dos seus colegas, explica Levit. “Não tire pausas muito longas ou muito frequentes, pois as pessoas vão começar a reparar”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
(Rui Oliveira / Global Imagens)

Marcas aceleram nas promoções para tirar travão nas vendas

Fotografia: Gonçalo Delgado/Global Imagens

Resposta à pandemia traz riscos de má gestão e corrupção do dinheiro público

Restauração recuperou volume de negócios

CIP: 61% das empresas ainda não recebeu financiamento

Como rentabilizar a hora de almoço em 14 passos