correios

CTT abre programa de estágios. Tem 14 vagas

O presidente dos CTT, Francisco de Lacerda, durante a apresentação dos resultados de 2018 da empresa, na sede dos CTT em Lisboa, 20 de fevereiro de 2019. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA
O presidente dos CTT, Francisco de Lacerda, durante a apresentação dos resultados de 2018 da empresa, na sede dos CTT em Lisboa, 20 de fevereiro de 2019. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

As candidaturas ao programa de estágios dos CTT decorrem até 7 de abril

Os CTT está a contratar recém-licenciados no âmbito do Programa Trainee CTT. Tem 14 vagas disponíveis e procura profissionais preferencialmente nas áreas de Gestão, Engenharia e Informática com mestrado concluído há menos de dois anos. As candidaturas estão abertas até 7 de abril.

As candidaturas para a quarta edição do projeto estão a decorrer, tendo o programa arranque previsto para setembro e duração de 18 meses.

“Os alunos recém-licenciados que farão parte do Programa Trainee CTT deverão ter até 25 anos de idade, nota média igual ou superior a 14 valores, preferencialmente dos cursos de Gestão, Engenharia e Informática e com mestrado nas mesmas áreas concluído há menos de dois anos”, descreve os CTT.

“Os trainees devem ter vontade de aprender, devem ser capazes de gerar valor para a empresa, de serem analíticos, devem ter iniciativa, muita responsabilidade e energia e atitude positivas. Características que darão oportunidade a cada selecionado, de trabalhar e colaborar em três áreas de negócio diferentes”, descreve o operador postal. O estagiário irá desenvolver em equipa um projeto lançado pela Direção de Estratégia e Inovação e que no final terá que apresentar ao presidente-executivo dos CTT, Francisco de Lacerda.”

Há 14 vagas disponíveis para as três áreas de negócio preferenciais Gestão, Engenharia e Informática, oferecendo a empresa um contrato e uma renumeração de 1200 euros brutos e subsídio de alimentação.

Os interessados podem fazer online a sua candidatura.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
light-1208275_1280

Bruxelas diz sim: Governo pode baixar IVA da luz de 23 para 6%

António Mexia, CEO da EDP. (Fotografia: Sara Matos / Global Imagens)

EDP anuncia venda ativos renováveis no valor de 800 milhões

A presidente do Conselho das Finanças Públicas, Nazaré Costa Cabral. Fotografia: MANUEL DE ALMEIDA / LUSA

Conselho das Finanças elogia Centeno pelo “controlo das despesas”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
CTT abre programa de estágios. Tem 14 vagas