recrutamento

Dona da AKI quer abrir 18 lojas e recrutar mil colaboradores até 2021

O grupo ADEO, dono das lojas AKI e Leroy Merlin, anunciou que quer abrir mais 18 lojas e contratar mil colaboradores em Portugal até 2021

O grupo ADEO, dono das lojas AKI e Leroy Merlin, anunciou hoje que quer abrir mais 18 lojas e contratar 1.000 colaboradores em Portugal até 2021, iniciando um processo de convergência entre as várias marcas.

“O plano de expansão para os próximos anos continua ambicioso, prevendo-se, até 2021, a abertura de mais 18 lojas e o recrutamento de mais de 1.000 colaboradores”, disse, em comunicado, o grupo.

Em simultâneo, a ADEO está a reorganizar a sua estrutura empresarial com o objetivo de “acelerar o desenvolvimento de diferentes modelos de negócio e ser mais competitiva”.

Em resposta à Lusa, o grupo esclareceu que o processo de convergência entre a AKI e a Leroy Merlin visa ainda “aumentar a capacidade de resposta para as necessidades atuais do mercado e do consumidor”, não adiantando o valor do investimento associado a esta opção.

A ADEO referiu ainda que não está decidido se vai proceder à eliminação de uma das marcas, sublinhando que essa opção será definida até ao final do terceiro trimestre deste ano.

“O processo de convergência para uma estrutura empresarial única encontra-se em curso, envolvendo ambas as empresas, com apoio de entidades externas. Será um processo de transformação e integração gradual a realizar durante os próximos três anos, seja a nível da estrutura central, seja a nível das lojas”, indicou.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
(Filipe Amorim / Global Imagens)

Máximo dos Santos. “Sem venda do Novo Banco teríamos um elefante na sala”

venda-carros-novos-consumidor-2017-apresenta-leve-queda-album-886d083d8a98b46c22c0d6c819efd2597e8ce6fb

ASFAC: Crédito ao consumo mais caro vai afetar consumidores

Mário Centeno, ministro das Finanças. (Fotografia: Pedro Rocha / Global Imagens)

Ajustamento de Centeno será o terceiro maior do euro

Outros conteúdos GMG
Dona da AKI quer abrir 18 lojas e recrutar mil colaboradores até 2021