Empresas

6 regras de ouro para o pós-ferias

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Já pensou porque é que anda desmotivado? Aqui estão 6 ideias para conseguir que todos remem para o mesmo lado.

Sabe a diferença entre ser um líder ou ser um patrão? Um líder acompanha a sua equipa, valoriza-a e dá motivação aos seus colaboradores, não se presta apenas a dar ordens.

“Empresas bem-sucedidas fazem-se com colaboradores motivados, felizes e com orgulho em fazer parte da sua organização”, refere Paulina Santos, diretora de Recursos Humanos do Grupo Your e Partner da Your People.

Todavia, de acordo com dados recentes da Mastering Jobs & People, publicados através do Barómetro de Riscos Psicossociais, um inquérito feito a 5000 trabalhadores demonstra que 17,3% dos trabalhadores portugueses apresenta cansaço extremo e sinais de esgotamento.

Assim, nesta época de regresso ao trabalho, a Your People, área de atuação de Recursos Humanos do Grupo Your, propõe algumas medidas para evitar sintomas de desmotivação e descontentamento nos colaboradores.

“Não existem fórmulas ou regras que sirvam para todas as empresas, no entanto, há determinados fatores a ter em conta para garantir boas condições de trabalho, que façam o colaborador sentir-se recompensado pelo seu desempenho e que evitem o stress e o cansaço no dia-a-dia laboral”, explica Paulina Santos.

Por este motivo, apresentamos-lhe 6 formas de evitar a desmotivação dos seus colaboradores.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

Remessas de emigrantes voltam a disparar. Crescem 12,5% até julho

O secretário Geral do Partido Socialista, António Costa (C) acompanhado pelo cabeça de lista do PS às eleições Europeias, Pedro Marques (E) e pelo Socialista Mário Centeno (D) num jantar comício em Setúbal no âmbito da campanha para as Eleições Europeias 2019. 22 de maio de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Centeno aponta margem de 200 milhões para aumentos na Função Pública

O ministro das Finanças, Mário Centeno, discursa na  Convenção Nacional do PS a decorrer no Pavilhão Carlos Lopes, Lisboa, 20 de julho de 2019.  O Partido Socialista apresenta as suas propostas para as eleições legislativas de outubro, como conclusão das sessões organizadas sob o lema "Porque #TodosDecidem". MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

Centeno. “No programa do BE passamos do fazer acontecer para fazer desaparecer”

Outros conteúdos GMG
6 regras de ouro para o pós-ferias