Hollywood

Os mais bem pagos do cinema. Hollywood não escapa à discriminação salarial

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

A revista Forbes revela que as três atrizes mais bem pagas de Hollywood não auferem sequer o mesmo que o décimo ator que mais recebe

A Forbes fez uma atualização aos índices remuneratórios das maiores estrelas de Hollywood e Bollywood no último ano.

A maior surpresa da lista não vai, no entanto, para quem ocupa – e por quanto – o pódio, mas sim pela discrepância de valores de vencimento que ambos os sexos auferiram: Emma Stone, Jennifer Anniston ou Jennifer Lawrence, as três mais bem pagas, não ganham sequer o mesmo que o décimo ator que mais recebe no mundo (e que nem trabalha em Hollywood).

Veja-se, por exemplo, o caso concreto de Emma Stone, que, mesmo tendo ganho um Óscar e protagonizado o filme mais premiado do ano passado (La La Land), ganhou pouco mais de metade que Mark Wahlberg, o ator mais bem pago entre 2016 e 2017.

Confira, na galeria acima, quanto ganham os atores e atrizes mais valiosos da atualidade, e veja a diferença entre homens e mulheres.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Ministro das Finanças, Mário Centeno, na apresentação do Orçamento do Estado para 2019. 16 de outubro de 2018. REUTERS/Rafael Marchante

Bruxelas envia carta a Centeno a pedir o triplo do esforço orçamental

lisboa-pixabay-335208_960_720-754456de1d29a84aecbd094317d7633af4e579d5

Estrangeiros compraram mais de mil imóveis por mais de meio milhão de euros

João Galamba (secretário de estado da energia) , João Pedro Matos Fernandes (Ministro para transição energética) e António Mexia  (EDP) durante a cerimonia de assinatura de financiamento por parte do Banco Europeu de Investimento (BEI) da Windfloat Atlantic. Um projecto de aproveitamento do movimento eólico no mar ao largo de Viana do Castelo.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Mexia diz que EDP volta a pagar a CESE se governo “cumprir a sua palavra”

Outros conteúdos GMG
Os mais bem pagos do cinema. Hollywood não escapa à discriminação salarial