Carreiras

Os luxos conquistados por Cristiano Ronaldo aos 34 anos

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Com os três golos de ontem, Ronaldo é o primeiro jogador de sempre a chegar/ultrapassar os 125 golos em provas de clubes da UEFA.

O mundo rendeu-se (mais uma vez) a Cristiano Ronaldo. Os três golos ao Atlético Madrid, que permitiram à Juventus apurar-se para os quartos-de-final da Liga dos Campeões, fizeram as primeiras páginas dos jornais um pouco por todo o mundo.

Aos 34 anos, o craque português já ganhou praticamente todos os títulos desportivos (quer prémios individuais, quer coletivos) mas também conquistou outros ‘prémios’.

Leia também: Os segredos de Cristiano Ronaldo às refeições

Ronaldo celebrou a 5 de fevereiro o seu 34º aniversário. O jogador, natural do Funchal, Madeira, é um dos mais bem pagos do mundo, acumulando uma fortuna de vários milhões de euros, provenientes da sua carreira como jogador de futebol e de todos os negócios que envolvem o seu nome.

Cristiano tem contrato assinado pela Juventus no valor anual de 30 milhões de euros. A este valor acumula contratos milionários com a Nike e muitas outras marcas. Tem também os seus próprios negócios, que vão da hotelaria à venda de roupas. De acordo com a Forbes, o craque português ganhou no ano passado 93 milhões de dólares (perto de 75 milhões de euros).

Leia também: Quanto vale um post de Ronaldo nas redes sociais. É dos mais bem pagos

A fortuna amealhada ao longo dos anos permite ao madeirense e à sua família uma vida de luxo. Férias em lugares paradisíacos, avião particular, carros topo de gama entre outras regalias a que só um milionário tem acesso e que Cristiano não se coíbe de partilhar com os fãs nas redes sociais. Relembre alguns dos luxos do jogador na fotogaleria.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
precários jovens licenciados

Jovens, precários e licenciados pagam ajustamento laboral da pandemia

Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveniente de Lisboa, em Cacilhas, Almada. MÁRIO CRUZ/LUSA

Salário médio nas empresas em lay-off simplificado caiu 2%

Uma funcionária transporta máscaras de proteção individual na fábrica de confeções Petratex, em Carvalhosa, Paços de Ferreira, 27 de abril de 2020. HUGO DELGADO/LUSA

Mais de 60% dos “ausentes” do trabalho são mulheres

Os luxos conquistados por Cristiano Ronaldo aos 34 anos