Coronavírus

Galileu lança campanha de formação para desempregados e trabalhadores em lay off

Ilustração513_ Como criar uma carreira 'portátil'-07

A empresa de formação Galileu lançou uma campanha direcionada a profissionais que estejam em situação de desemprego ou de lay off.

A Galileu, empresa de formação que faz parte do grupo Rumos, lançou uma campanha que permitirá que desempregados ou trabalhadores em situação de lay off possam ter acesso a 30% de desconto em cursos de formação de longa duração.

A campanha arranca esta segunda-feira, dia 4 de maio, estando disponível até dia 30 de junho. Estão abrangidos os cursos com edições até dia 31 de dezembro.

Este tipo de cursos de longa duração, com o nome de Carreiras Profissionais na Galileu, estão disponíveis em diversas áreas, como infraestrutura (redes, sistemas, cibersegurança), data e analytics, desenvolvimento, project management, marketing e publicidade ou design e comunicação.

Em comunicado, a empresa refere também que esta campanha é extensível às pós-graduações e a todas a oferta formativa das áreas de criatividade, como design gráfico, UX/UI (user experience e user interface), vídeo e motion design ou marketing digital.

“Com esta campanha, a Galileu pretende apoiar aqueles que se encontram atualmente numa situação mais precária e desejam, ainda assim, prosseguir o desenvolvimento das suas competências”, refere Cláudia Vicente, diretora da Galileu, citada em comunicado.

Todos os interessados em formação ao abrigo desta campanha, devem apresentar um documento comprovativo de desemprego ou de situação de lay off, de forma a comprovar a sua situação de emprego e validar a compra.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: José Carmo/Global Imagens

ISEG estima queda do PIB entre 8% e 10% este ano

António Mota, fundador da Mota-Engil. Fotografia: D.R.

Mota-Engil é a única portuguesa entre as 100 maiores cotadas do setor

António Rios Amorim, CEO da Corticeira Amorim. Fotografia: Tony Dias/Global Imagens

Lucros da Corticeira Amorim caíram 15,1% para 34,3 milhões no primeiro semestre

Galileu lança campanha de formação para desempregados e trabalhadores em lay off