Gestão

Miguel Patrício: Este português vai tomar conta da Kraft Heinz

Miguel Patrício, presidente executivo do grupo Kraft Heinz a partir de 1 de julho. (DR)
Miguel Patrício, presidente executivo do grupo Kraft Heinz a partir de 1 de julho. (DR)

O ainda diretor de marketing do grupo cervejeiro AB InBev vai tentar dar a volta às contas da dona do ketchup Heinz e do queijo Philadelphia.

Miguel Patrício vai tomar conta do grupo Kraft Heinz a partir de 1 de julho. O gestor português vai liderar marcas como a própria Heinz e o queijo Philadelphia, de acordo com o anúncio feito esta segunda-feira.

O executivo português vai sair do grupo cervejeiro AB InBev, que detém marcas como a Budweiser e Stella Artois. Miguel Patrício, desde 2012, é o diretor de marketing destas marcas e tem conduzido a transformação digital destas empresas. No último ano, este grupo foi o mais premiado nos prémios de publicidade Cannes Lions.

“Pretendo trazer uma visão muito diferente com a minha experiência na área do consumo alimentar”, referiu o português em declarações à estação norte-americana CNBC.

O gestor nascido em Portugal também já passou por grandes marcas de consumo como o grupo Coca-Cola, Johnson & Johnson e Philip Morris.

O executivo português vai tentar dar a volta a um grupo que registou prejuízos de 10,3 mil milhões de dólares (9,1 mil milhões de euros) em 2018, o que compara com os lucros de 8 mil milhões de dólares verificados no ano anterior. Este desempenho deveu-se à revisão, em baixa, de vários ativos intangíveis no último trimestre do ano.

O grupo Kraft Heinz também está a ser investigado pelo regulador do mercado norte-americano (SEC) por alegadas práticas contabilísticas irregulares, o que levou à abertura de um inquérito interno.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral Depósitos CGD Juros depósitos

Caixa perdeu 1300 milhões com créditos de grandes devedores

Ursula von der Leyen foi o nome nomeado para presidir à Comissão Europeia. (REUTERS/Francois Lenoir)

Parlamento Europeu aprova Von der Leyen na presidência da Comissão

Christine Lagarde, diretora-geral demissionária do FMI. Fotografia: EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Christine Lagarde demite-se da liderança do FMI

Outros conteúdos GMG
Miguel Patrício: Este português vai tomar conta da Kraft Heinz